segunda-feira, novembro 27, 2006

O meu perfume

Arcanjo Gabriel
Tema principal:
Crescimento da sabedoria, amor pelas coisas na vida
Chacra: Básico e plexo solar
Aspectos positivos da personalidade:
Você trabalha consigo mesmo e conhece bem até mesmo as camadas mais profundas da sua personalidade. É directo, forte, disponível e uma pessoa sensível, que dá muita atenção às pequenas coisas na vida. Sua missão de vida está próxima a isto. Possivelmente, sua contribuição não é magnífica, entretanto, você encontra seu contentamento aqui neste plano
Aspectos da personalidade que podem ser trabalhados:
Sofre de uma grande vulnerabilidade e carrega um sentimento de vítima. Sente sua dor de forma exagerada e se faz de "coitadinho". Assim, tenta ganhar atenção. Você também precisa lidar com as dificuldades de infância, que provavelmente ainda influenciam na sua vida, nos seus relacionamentos com a família, amigos e colegas de trabalho. Não cuida o bastante dos outros porque se sente incapaz ou não se sente bem
Frase: "Eu descubro aconchego e amor para meu ser e minhas possibilidades se abrem"

Hilarion
Tema principal: O caminho, a verdade e a vida
Chacra: Coração
Aspectos positivos da personalidade:
Um cientista prático que compreende as leis cósmicas. Conhece seu caminho. Possui óptima memória e discernimento das coisas, sabendo exactamente quando está na trilha errada ou quando um processo conduz à ilusão. Como se livrou de tensão profunda, pode facilmente alcançar estados alterados de consciência
Aspectos da personalidade que podem ser trabalhados:
Abriga no íntimo todo tipo de sentimento de culpa. Pode ser extremamente invejoso e ciumento. Sente-se desligado dos outros. Acredita que as pessoas o enganam. Acha que no reino espiritual prevalece o materialismo. Suas opiniões dogmáticas não mudam. Não reconhece o sistema do qual faz parte
Frase: "Eu encontro minha própria verdade"

Sopro do Amor
Tema principal:
Dar e receber amor
Chacra: Base, coração e coroa
Aspectos positivos da personalidade:
Tem acesso e compreende conhecimentos antigos. Uma pessoa sensível com forte poder de intuição. Ama a beleza em todas as áreas da vida. Criativa, mas determinada, está em contato com seu aspecto feminino. Empenha-se para alcançar o equilíbrio interior e sempre o estabelece sob nova forma. O amor está ligado ao seu propósito de vida. Você pode estar em uma profissão que se ocupe a cuidar dos outros. Tem capacidade para planejar cuidadosamente coisas belas e agradáveis. Preocupa-se em proporcionar bem-estar às pessoas
Aspectos da personalidade que podem ser trabalhados:
Mantém-se ligado a um amor do passado, o que influencia negativamente nos dias atuais. Seus bloqueios emocionais prejudicam a sexualidade. Tem dificuldade em se expressar. Como possui dificuldade em verbalizar seus sentimentos, tende a experimentá-los de modo vicário. Toma para si o problema de outras pessoas e tenta solucioná-los. É muito ambicioso, superestima as próprias capacidades e deficiências
Frase: "Tudo é belo a sua própria maneira"

Luz do Sol
Tema principal:
Abre a porta para o conhecimento e a sabedoria interior
Chacra: Plexo solar
Aspectos positivos da personalidade:
Você tem autoridade e um grande talento para administração e organização, combinando essas aptidões com sabedoria. Tem acesso ao conhecimento de épocas passadas e pode utiliza-lo. Consegue compreender uma visão. Vê o lado engraçado da vida. Sabe que é mais valioso saber do que possuir algo.
Aspectos da personalidade que podem ser trabalhados:
Marcado por um profundo temor, falta de alegria e imaturidade emocional. Tende a ser utopista. Comporta-se de modo muito autoritário e, portanto, imaturo
Frase: "Estou seguro. Sei que nada sei"

domingo, novembro 26, 2006

Curiosidades

Hoje é o meu 10773º dia neste mundo!

Há dias que sinto as coisas assim...

ADEUS

Já gastámos as palavras pela rua, meu amor,
e o que nos ficou não chega
para afastar o frio de quatro paredes.
Gastámos tudo menos o silêncio.
Gastámos os olhos com o sal das lágrimas,
gastámos as mão à força de as apertarmos,
gastámos o relógio e as pedras das esquinas
em esperas inúteis.


Meto as mãos nas algibeiras
e não encontro nada.
Antigamente tínhamos tanto para dar um ao outro!
Era como se todas as coisas fossem minhas:
quanto mais te dava mais tinha para te dar.


Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes!
e eu acreditava.
Acreditava,
porque ao teu lado
todas as coisas eram possíveis.
Mas isso era no tempo dos segredos,
no tempo em que o teu corpo era um aquário,
no tempo em que os meus olhos
eram peixes verdes.
Hoje são apenas os meus olhos.
É pouco, mas é verdade,
uns olhos como todos os outros.

Já gastámos as palavras.
Quando agora digo: meu amor...,
já se não passa absolutamente nada.
E no entanto, antes das palavras gastas,
tenho a certeza
de que todas as coisas estremeciam
só de murmurar o teu nome
no silêncio do meu coração.
Não temos já nada para dar.
Dentro de ti
não há nada que me peça água.
O passado é inútil como um trapo.
E já te disse: as palavras estão gastas.

Adeus.

Eugénio de Andrade

Mais um teste inútil

Does someone have any news?

A primeira pedra*

"Quando lhe atirarem uma pedra, faça dela um degrau e suba...

Só depois, quando tiver uma visão plena de toda a área, pegue outra pedra, mire bem e acerte o crânio do cabrão que lhe atirou a primeira."
Sempre achei que assim seria o modo mais correcto de agir, embora raramento o pratique...
P.S - A ilustração fantástica é da autoria do meu menino.
*Também se aplica à expressão "dar a outra face"... é o tanas que dás!

Oração

SENHOR, dai-me sabedoria para entender alguns colegas, porque se me dais força, parto-lhes a cara!!!

Estórinha lamechas!

Um dia o amor virou-se para a amizade e disse:
- Para que existes tu se já existo eu?
A amizade respondeu:
- Para repor um sorriso onde tu deixaste uma lágrima.

Viver é aprender

Começo a aprender (ou será a habituar-me?) a viver sozinho...

Duplo prazer

Hoje presenteei-me com um duplo prazer. Peguei nas minhas manas e fomos ver o filme "O Perfume - História de um Assassino" - obviamente que não em Setúbal...

Adorei esta noite por várias razões:
Porque pela primeira vez saímos só nós, sem qualquer espécie de "emplastros ou sucedâneos", algo que nunca tínhamos feito antes e já cá andamos juntos, os três (aqui nas fotos em fases distintas da nossa vida em conjunto), há quase 28 anos;Depois porque o filme foi lindo, fantástico e maravilhoso, não desiludindo com as espectativas que criei sobre ele, apesar da crítica intelectualóide dos jornais não ter sido a mais simpática - preconceitos com o tornar best sellers em blockbusters, "cheira-me"!Não falarei muito sobre o filme, porque já existe na net muito por onde ler sobre o mesmo, como aqui, por exemplo. Mesmo não concordando com o que se diz. Digo apenas que quem leu o livro não sai desiludido da sala de cinema, pois é bastante fiel à sua história original (pelo que me lembro, pois já li o livro há mais de uns 10 anos). Cenários, figurinos, ambientes, banda sonora, tudo está feito para nos tentar passar o que é impossível por uma tela de cinema: o cheiro. Ainda assim, o realizador esteve perto nalgumas cenas; se Patrick Süskind o fez magistralmente com as palavras, Tom Tykwer conseguiu-o, por vezes, com as imagens. A não perder!

E quanto às saídas com as minhas irmãs, vamos tentar repetir a experiência mais vezes, ficou prometido uma sessão destas por mês. Vamos lá a ver se conseguimos, sem que nos façam muita resistência!

sábado, novembro 25, 2006

Pika's Travels

One more time, Pika is flying around the globe.
Neste momento deves estar a apanhar o avião, não tive tempo de te abraçar e dizer-te "até breve!"... :-(
"Vemo-nos" num msn por aí. Espero que, para onde vais, esse tipo de coisas existam! (eh eh eh)
Beijos e boa sorte nesta tua nova aventura oriental.

sexta-feira, novembro 24, 2006

Hoje o dia acordou assim

E parece que vai fazer uma directa até terça-feira...
Eu gosto destes dias de mau tempo, mas fechadinho em casa, a vê-lo da janela.
Agora, não assim, a ter de andar no meio do caos em que as cidades se transformam por sua causa.
Dias assim sabem a meias grossas, a edredon no sofá, a filmes na t.v. e a pipocas feitas no micro-ondas... e eu aqui a "trabalhar"!
(cof, cof)

De volta aos testes inúteis

Retomando uma antiga tradição, aqui vai mais um resultado de um teste inútil:

Seu quarto mostra quem você é?
Para o psicólogo Samuel Gosling, ele revela traços de sua personalidade. Faça o teste abaixo e confira. Comece clicando sobre o quadro dependurado na parede
Resultado: Consciente
Organização parece ser seu lema de vida.
Segundo o psicólogo americano Samuel Gosling, este costuma ser o perfil de quem é muito racional e vive em constante duelo entre suas emoções e sua razão.
O importante é saber dosar as duas coisas para que essa 'assepsia' não signifique um problema em sua vida.

Frase do dia

"A designer knows he has achieved perfection, not when there's nothing left to add, but when there's nothing left to take away."*
Antoine de Saint-Exupery

Sempre gostei muito desta frase, tanto que penso ser a segunda vez que a coloco aqui!
Já nem me lembro onde a li pela primeira vez, mas concordo plenamente com o seu autor.
Tento fazer dela uma máxima no meu trabalho no dia-a-dia.
Quando estou de volta de um trabalho que já não tem ponta por onde se pegue, recorro a ela.
Às vezes chego perto dessa perfeição, mas a maior parte das vezes nem por isso... é dificil!
(malditos clientes!)

** Tradução (muito) livre: Um designer sabe que alcançou a perfeição, não quando nada mais há a acrescentar, mas sim quando nada mais há a retirar.

segunda-feira, novembro 20, 2006

Parabéns Kikas!

Na passada sexta-feira dia 17/11 o meu querido sobrinho André fez 7 aninhos! (mais uma razão para eu me sentir velho, ainda ontem estava a mudar-lhe as fraldas...)

Foi uma excelente oportunidade para juntar toda a família, como há já algum tempo não estávamos todos. Todos, refiro-me ao núcleo central dos meus manos (quatro!) e a minha mãe, mais respectivos emplastros e rebentos. Uma mesa cheia, 14 pessoas, grande famelga esta!
Foi também bonito, porque houve um primeiro passo para um entendimento mais pacífico entre duas pessoas que nem se falavam... houve direito a um aperto de mão! Small steps...

Mas o que eu gostei mais do jantar foi, principalmente, porque adoro estar com os meus sobrinhos! Como gostei muito, quis deixar o testemunho.

sábado, novembro 18, 2006

Hauru no ugoku shiro

Um ano e um mês depois de ter estreado em Portugal, tive a oportunidade de ver, numa sala de cinema (em Setúbal), o filme, do realizador nipónico Hayao Miyazaki, "O Castelo Andante”, em inglês “Howl's Moving Castle" ou ainda na versão original “Hauru no ugoku shiro”. Não tive oportunidade de escolha, vi na versão original, em japonês, legendada em português – o que talvez até tenha sido melhor pois assim mantive-me mais perto da génese.

Para saberem ao certo a história deste filme poderão, por exemplo, ver aqui, e escuso de repetir o que outros já escreveram.

Do realizador apenas me lembro, e mal, da série infantil que via em miúdo: "Conan, o rapaz do Futuro", ou seja, no que toca a opinião previamente formada, fui praticamente a zero.

Esteticamente não tenho nada a apontar de negativo, pelo contrário, numa época em que pululam os filmes de animação em 3D (os quais eu sou também um grande fã), ver que alguém ainda se ocupa, e bem, com a arte do filme de animação tradicional é uma surpresa!

O filme é bonito pelos cenários meticulosamente preenchidos, por toda uma estética profusa, abundante e preocupada em nos encher os olhos de mil e uma coisas. Durante os cerca de 120 minutos o meu olhar não parou de percorrer toda a tela, para não perder pitada do que ali se passava. As imagens da cidade, as paisagens no campo, todos os cenários do interior e exterior do castelo, o quarto do Howl então é soberbo (imagem), enfim, tudo é mágico!Uma outra cena que me deixou vidrado no ecrã é aquela em que Sophie, a protagonista, se olha ao espelho pela primeira vez depois de enfeitiçada pela Bruxa do Nada. Tecnicamente fantástica! Deixo aqui também uma imagem dessa cena.
Somos transportados para um universo de fábula mas onde encontramos todo o tipo de referências de uma Europa ora numa época da parisiense Belle Époque, ora da londrina Industrial Revolution e de referências a outras latitudes que nos lembram os quadros orientais com as suas paisagens montanhosas e os seus vales profusamente floridos.

A banda sonora também é mágica, assenta que nem uma luva no espectáculo visual que nos é apresentado. E é só!

De resto, a história em si e a profundidade das personagens é fraca, são deixados muitos buracos por preencher no enredo e sai-se da sala de cinema com a sensação que não se percebe muito bem o que o realizador quis contar. Não fosse pela riqueza visual do filme e ao fim da primeira meia hora quereríamos ir embora. Talvez se possa dizer do realizador que é um excelente técnico de animação mas um mediano contador de histórias, pelo menos nesta história em particular.Resumindo, valeu pela estética visual e pela banda sonora, perdeu pela história e pelas personagens. Ainda assim, é um filme a não perder (sempre podem ver em no DVD, caso não consigam vê-lo numa sala de cinema).

domingo, novembro 12, 2006

Ólueis Uátche Gude Muves

Fazendo justiça à imensa actividade cultural que existe em Setúbal, contrariando um pouco o meu post anterior, informo que vai decorrer durante as próximas duas semanas um ciclo de cinema na bela cidade Sadina, com alguns dos filmes que passaram entre Junho de 2005 e Junho de 2006 nas salas de cinema.

Aqui vai o programa:

De 13 a 22 de Novembro às 21:30h - Ciclo Um Ano de Cinema
Fórum Municipal Luísa Todi - Av. Luísa Todi, Setúbal
Dia 13
"De Tanto Bater o Meu Coração Parou", de Jacques Audiard com Romain Duris, Niels Arestrup.
Dia 14 "Edukadores", de Hans Weingarther com Daniel Brül, Julia Jentsch, Stipe Erceg.
Dia 16 "O Castelo Andante" - versão originalde Hayao Miyazakicom Chieko Baisho, Takuya Kimura.
Dia 17 "Match Point", de Woody Allen com Jonathan Rhys-Meyers, Scarlett Johansson, Brian Cox, Emily Mortimer.
Dia 18 "O Leopardo", de Luchino Visconti com Burt Lancaster, Alain Delon, Pierre Clémenti.
Dia 19 "Syriana", de Stephen Gahan com Jeffrey Wright, George Clooney, Christopher Plummer, Chris Cooper, Matt Damon.
Dia 21 "Infiltrado", de Spike Lee com Andy Lau, Tony Leung Chiu Way, Eric Tsang.
Dia 22 "Memórias de Uma Gueixa", de Rob Marshall com Ziyi Zhang, Michelle Yeoh, Ken Watanabe, Koji Yakusho, Li Gong.

Quero ir ver pelo menos, uns quatro, lá se vai o orçamento familiar em bilhetes de cinema!

Ah! É verdade, não está previsto que "O Perfume - história de um assassíno", passe tão cedo pelos programas das salas de cinema do burgo... é que ainda falta passar por aqui o "Maria Antonieta", por isso...

Das Parfum

Para os mais distraídos, estreou no passado dia 9 de Novembro (quinta-feira) a versão cinematográfica de um dos meus livros favoritos - O Perfume, de Patrick Süskind.
Mal posso esperar para ir vê-lo, mas como vivo a 40 km da Capital e Setúbal é praticamente uma pequena aldeia piscatória, numa província afastada no interior profundo de Portugal, só cá deve chegar daqui a uns dois meses, na melhor das hipóteses...
Enfim, lá terei de me deslocar até à civilização se quiser ver o filme em breve!
Para os que vivem na "grande maçã" portuguesa e que, como eu, leram o livro e o adoraram, não deixem escapar esta nova obra da sétima arte.
Bom proveito e se virem antes de mim, não me digam "o barco vai ao fundo e quem tem a jóia é a velha"!