sexta-feira, maio 18, 2007

Há dias mais difíceis que outros - 2ª Parte

Há 3 anos foi assim:
Presenteaste-me com um desenho (de mim) teu e que tanto me surpreendeu pela escolha certeira das palavras do poema que o acompanhavam.
Parecia um raio-x àquilo que eu sempre considerei ser o meu "trunfo", aquilo que tenho de mais encantador para os outros, não os meus olhos, o meu olhar. E digo-o não com uma qualquer espécie de vaidade ou imodéstia, mas por mo terem confidenciado inúmeras vezes ser o que tenho de mais fascinante para os outros... enfim, considerações aparte, amei esse presente!
Ainda hoje esse desenho me acompanha no quarto, à cabeceira, por gostar tanto dele.

Hoje:
Tenho apenas um estranho silêncio e alguma saudade.

2 comentários:

Jorge Almeida disse...

O tio já reparaste que o boneco é parcido contigo???

Graphic_Diary disse...

Era esse o objectivo!
Duh!