sábado, maio 19, 2007

Setúbal

Pelo tempo que vivo nesta cidade, já devia ter percebido a aversão que o meu irmão tem por ela. Oh cidade de gente mesquinha!

Como é possível a uma cidade com tanta coisa bonita, interessante e grandiosa à sua volta, tenha dentro de si gente tão poucochinha, desinteressante e maldosa? Porque é que não arranjam a vossa própria sarna para se coçarem, em vez de andarem tão interessados e preocupados em coçar a sarna dos outros? É assim tão interessante a minha vida, ou desinteressante a vossa, a ponto de andarem atrás de mim a ver o que faço e deixo de fazer?

Deixo-vos apenas um conselho:
Metam-se nas vossas vidas e deixem-me sossegado!

Sem comentários: