sábado, dezembro 22, 2007

Regressões

Prestes a entrar em 2008, depois de uma conversa animada com duas amigas ontem à noite num bar, repesco um assunto de há dois meses atrás e apresento duas das reacções mais divertidas que encontrei como resposta:



video


Não vou tecer qualquer tipo de comentário ao que aquela terapeuta (?) disse à revista Visão, não vou cansar a minha beleza. Haja sim uma grande vontade de rir (de tão triste) e a coisa leva-se.
Depois a nossa conversa, naturalmente, puchou este outro (nos States) assunto e ainda mais este (numa Polónia europeizada). Depois e para meu espanto, encontro este, (numa Turquia em bicos dos pés para ser europeia) enquanto procurava referências na net para os anteriores e começo a assustar-me! Para onde caminhamos?
Fica-me este pensamento: A humanidade que deveria evoluir, caminhar para a construção de sociedades cada vez mais "modernas", progressistas, open minded, inclusivas e tolerantes, regride e caminha para algo de tão hipócrita como os exemplos atrás enunciados.
É o país, e o mundo, que temos em pleno séc. XXI. Apesar deste tipo de iniciativas, ainda há muito caminho a percorrer.

2 comentários:

Mimulus disse...

Sou hetero mas tenho amigos gays muito bem resolvidos e, asseguro, nenhum deles está buscando tratamento :).
É, amiguinho, o jeito é rir e seguir cada um sua vida, independente desse tipo de julgamento.
"Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é"

Paulo disse...

Rir é o melhor remédio, mas não cura nada. Realmente, para quê cansar a beleza com isto? Há tanto gajo bom por aí, outros tantos tão bem resolvidos com a sua sexualidade que o melhor é não pisar na merda.