segunda-feira, fevereiro 04, 2008

Picaldeira

Quando cheguei hoje ao trabalho vi um email da Picaldeira (enviado ontem) que fez chegar a lagriminha ao canto do olho. Sou um chorão, sem chorar, confesso. E isto porque ainda fico surpreendido com estes gestos de atenção dos outros para comigo - penso sempre que não mereço este tipo de carinho e preocupação com a minha pessoa... sou mesmo parvo... adiante!
Então, o primeiro carinho foi uma mensagem de força para me manter à tona e como estimulante enviou-me este link - um site muito interessante com vídeos de palestras sobre diversos temas, com os mais díspares oradores, vale a pena a visita! Através deste site, cheguei a esta performance lindíssima:
Pilobolus - "Symbiosis"
A male-female duet which traces the birth of a relationship between two creatures sinuously & sensuously intertwined. At once a Darwinian investigation and a love story, Symbiosis never ceases to surprise with its majesty and emotional depth.

O segundo carinho foi o link para esta performance do espetáculo mais sensual do famoso Cirque du Soleil - este sim, noutro sentido da palavra, um verdadeiro estimulante! :-)

Cirque du Soleil - "Zumanity - 2Men"
Lovers Arthur and Pepe dance a tumultuous tango. Through their fierce choreography, a passionate story of love and anger unfolds. Again and again they attract and repel in intense conflict until the magnetic energy between them becomes more than they can bear. Artists: Arthur Kyeyune and Pepe Munoz.

Trocadilhos à parte, adorei o vídeo e o teres lembrado de mim porque sei que sabes o quanto gosto de Tango e a ideia de dois homens a dançá-lo, assim violento, com garra e tensão, como só um tango deve ser dançado (o facto de estarem pouco vestidos é um plus à sensualidade). Ainda me inscrevo em danças de salão só para concretizar o sonho de dançar assim um dia (mas com mais roupa).

I’m not worthy... oh wait, yes, I am in fact worthy...
thank you for your kind gesture Picaldeira!

5 comentários:

Paulo disse...

Apesar dos músculos todos, o segundo é muito inspirado e inspirador, de facto.
Um abraço forte, Graphic!

Graphic_Diary disse...

Inspira, expira
Inspira, expira
arf arf arf
Para mim, é de ficar sem fôlego.
Outro abraço
:)

Paulo disse...

lol
(não perdeste o humor, boa!)

Graphic_Diary disse...

É das poucas coisas que tento nunca perder. O humor é sempre uma tábua se salvação em todas as situações da vida, nem que seja para rirmos de nós próprios.

Paulo disse...

Ainda bem que assim é. E rirmo-nos de nós próprios é um excelente exercício.
Mais um abraço forte!