quinta-feira, março 13, 2008

Cine-Teatro São João

Ontem à noite fomos até Palmela assistir à peça A Fábrica de Nada, pelos Artistas Unidos.
Gostámos bastante, o texto é excelente, ficámos com pena de não ter comprado o livrinho que estava lá à venda. Não vou falar muito sobre a peça, porque não me apetece e para isso já há muita opinião na net, é só fazerem uma pesquisa no Google, não sejam preguiçosos.

Quero falar sim sobre o que mais gostei de toda a experiência: ter conhecido finalmente o interior do Cine-Teatro São João. Sim, apesar de viver há quase 25 anos em Setúbal e Palmela ser aqui ao lado, nunca tinha entrado no interior deste edifício emblemático de Palmela. Com excepção das cadeiras serem durinhas, durinhas - são ainda as originais em madeira, sem qualquer espécie de conforto almofadado - tudo o resto é fantástico, bonito e em excelente estado de conservação. Os desenhos geométricos do chão, os arcos das portas em madeira, a bilheteira, os forjados dos gradeamentos, a zona do bar, os quadros nas paredes com artistas dos anos 30, 40 e 50 da Hollywood de ouro. Mesmo nas casas de banho se vê o zelo em manter a coisa no original, até nos avisos colocados nas portas dos privados. Um trabalho de recuperação exemplar, onde mais uma vez está de parabéns a Câmara Municipal de Palmela que tem feito um execelente trabalho na área da cultura. Setúbal poderia aprender muita coisa com Palmela. Veremos agora o que vai sair daqui.

3 comentários:

ana disse...

belíssimo espectáculo. Bom texto, música genial e actores super divertidos. adorei também.

pinguim disse...

A critica é excelente; as vossas referências à sala, também, pelo que deve ter sido uma muito boa noite de teatro.
Abraços.

Graphic_Diary disse...

#Ana
Estivemos bem perto, partilhámos a mesma experiência e no entanto não sei quem serás.
A internet tem destas coisas!
Um abraço e volta sempre

#Pinguim
A peça é muito engraçada, vale a pena! Se tiveres oportunidade, aconselho a ires ver.
O texto é muito bom.
Um abraço