segunda-feira, março 17, 2008

Tibet

Para que se perceba o que a China por lá tem andado a fazer nos últimos 50 anos, consultem alguns destes links:

3 comentários:

pinguim disse...

É uma tristeza; só porque se é um gigante económico emergente, um potencial fabuloso de negócios, um país de quem todo o mundo parece ter medo, a China permite-se violar as liberdades de um povo autónomo; porque razão os EUA e a União Europeia não se empenham na LIBERTAÇÂO do Tibete, como se empenharam na "independência" do Kosovo???
Pois, a Sérvia não é a China, eu sei...
Abraço.

Graphic_Diary disse...

Ora nem mais!
Quem é que vai fazer frente a um potencial parceiro de negócios gigantesco como a China?
É este o nosso mundo dos vários pesos e várias medidas.
Um abraço

Mimulus disse...

É realmente uma pena, que um povo com uma cultura e um legado tão rico tenha ao mesmo tempo se transformado nessa fonte de exploração desmedida visando apenas o lucro e poder cada vez maiores. É a mentalidade nas empresas chinesas que nós vemos por aqui:explorar ao máximo o potencial de um negócio, sugando a mão de obra até o sangue, sem nenhum retorno à sociedade.