domingo, junho 15, 2008

E agora Manel?


... é isto o início do fim de quê?
- é só uma casa, vão-se os anéis mas ficam os dedos, é só uma fase menos boa logo logo recuperas. Os esforços de hoje serão recompensados amanhã, verás.
... mas estou a esforçar-me o suficiente? poderia fazer mais? o quê?
- assim está bom, estás a mexer-te e isso é que importa! Às vezes é necessário um passo atrás para depois poder seguir em fente. Vende a casa, para quê é que precisas de estar agarrado a um banco a vida toda. Não vendas a casa, é um bem que terás mais tarde, um complemento de reforma. Porque não alugas só por uns tempos? Vais alugá-la? E não te a estragam toda? Vê lá quem metes lá dentro! Ainda por cima depois do investimento que lá fizeste. Vai com calma, escolhe bem!
... ok, resolvi parte do problema, já aluguei a casa. Tenho de começar a tratar das coisas. Pânico. É tudo para já. Não pensei que fosse tudo acontecer tão rápido! O que tenho de fazer agora? Mandar fechar água, luz, a net... arranjar caixas, começar a encaixotar. Agendar reunião de condóminos. Fazer uma lista, é melhor. O melhor é pedir a última semana lá em Lisboa, para tratar de tudo aqui. Vou para onde? Tem de compensar o esforço e a privação que vou ter...
- se quiseres podes vir para aqui. Não, não vás para ali, vem para aqui. Não precisas pagar, ficas até resolveres a tua vida. Não estás sozinho, sabes disso não sabes?
... não o sinto, desculpem. Só me apetece chorar (mas um gajo não chora!).
Os habituais conflitos aqui dentro:
Pára de ser assim, mexe-te! Sai da cama.
Deixa de ter pena de ti próprio e age, reage, faz alguma coisa.
Começa a arrumar as tuas coisas em caixas.
Sê prático!
Tens duas semanas para sair.
Faz uma lista do que tens a fazer.
Não páres.
Parar é morrer.
Estou cansado, não consigo parar de pensar em tudo sem chegar a uma solução...
Tenho feito de tudo, tenho lutado, não é justo o que está a acontecer!
Estou cansado, sinto-me sozinho.
- estamos aqui

... AAAAAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRRGGGGGGGHHHHHHHH

8 comentários:

Anónimo disse...

Acabei agora de ler esta sua ultima postagem no teu blogue!
Eu não tenho palavras para lhe dizer que na realidade , tudo o que está a passar é muito doloroso, horrivel, parece que o Mundo inteiro desaba sobre nós!!!Já passei por muitas vezes, vezes demais, por situações iguais, ou piores que esta!!!
Se é, que é possivel , ter filhos menores, para dar de comer, educação, vestir calçar, casa para pagar, todas as outras despesas, inerentes a tudo isto aqui referido!!!
Só que todas as pessoas da familia se estiveram sempre a cag... para os meus problemas.
( PROBLEMAS, E NECESSIDADES MEUS, MAS SOBRETUDO DOS MEUS ADORADOS FILHOS )
Tive que passar por muitas humilhações, muitos desgostos, a própria familia toda se esteve sempre nas tintas, para sequer me perguntar:
Se eu tinha dinheiro para pagar a casa ao banco, para dar comer aos meus tres filhos menores,para lhes comprar roupas, sapatos, livros, pagar os estudos , etc, etc , etc!
Passei por tudo isto!!!
Bati no fundo muitas vezes, tantas que nem lhe passa pela cabeça!!!
Para quem sabe quem eu sou, nem sequer lhes passava pela cabeça , o meu sofrimento, o meu desespero, o que me levou a fazer algumas vezes disparates tão horriveis,contra a minha pessoa, que nem gosto de os recordar!!!
Mas dentro de todas as minhas fracas possibilidades, com o ordenado de miséria, que mal chegava para duas pessoas, fui conseguindo(VENCER?) todos os obstáculos, todas as desgraças que me aconteciam, nem os meus tres filhos, nunca se aperceberam muito, o que eu tinha que fazer, para que os bens essenciais não lhes faltassem!!!
Por vezes, brincam comigo, dizendo:
" É mais fácil dizeres onde não moraste em Setúbal!!!
Do que enumerares os sitios onde moraste "
Pois é!!!
Nenhum deles faz ideia, do que me custa ouvir isso, como uma espécie de critica!!!
Pois se isso aconteceu tantas vezes, não foi por Desporto , ou outra qualquer Diversão!!!
O meu ordenado ia para o comer,água , luz, gás,livros, cadernos, etc , etc !!!
Claro que depois não chegava para pagar a prestação da casa ao Banco!!!
Essa sim, foi a verdadeira causa, de ( ter mudado tantas vezes de casa )
Para que nunca ficasse a dever nada a ninguem, era OBRIGADA, a vender as casas onde morava com os meus tres filhos, pagar o empréstimo aos ao Bancos,comprar outra casa mcada vez mais modesta, mas sempre de cabeça erguida, não deixar ficar ninguem mal, por essas dividas, ou outras!!!
Paguei sempre tudo, e... com muitos JUROS!!!
Mas nunca esquecerei uma das casas que mais adorei, e... me OBRIGARAM a vender!!!
Para pagar um empréstimo, que de certeza poderia ter sido resolvido de outra forma!!!
(Pois o dinheiro nessa altura, não fazia assim tanta falta a quem mo tinha emprestado,e foi apenas uma PRESSÃO, com receio de que eu não pagasse, porque de seguida, esse dinheiro que eu paguei, foi gasto para coisas dispensáveis!!!
(Que poderiam esperar mais uns mesitos, para serem adquiridas)
Mas fui forçada a vender essa casa (que jamais esquecerei)ao desbarato, quando tinha pessoas amigas sinceras e desinteressadas, que se prontificaram a emprestar-me o dinheiro para eu não perder essa casa que tanto adorava!
Foi mais um desgosto, que jamais esquecerei!!!
Perdoar SIM!!!
Esquecer NUNCA!!!
Por isso, estou a sentir a dor, que está a sentir agora, ao ter que sair de sua casa, que tanto amor, sonhos, ilusões depositou, na sua remodulação, no seu ninho, no seu cantinho que tanto adora,para ter que deixa-la por uns tempos, nas mãos de um estranho!!!
Eu jamais recuperei a minha casa que adorava!
Jamais tive uma outra casa que gostasse tanto como aquela!!!
Mas para si não é o fim do mundo!!!
Em breve voltará para a sua casa, o sentir como é bom ter o nosso lugar,mesmo que pequenino que seja!!!
Tudo voltará a ser como antes!!!
A vida prega-nos destas partidas, nós próprios, não sabemos bem que fazer!!!
Mas tudo se resolve, na verdade...
Com muito esforço, com muito sofrimento, muita luta, e sobretudo muita CORAGEM, para seguir em frente, levantarmos-nos cada vez que caíu-mos e..
ERGUEMOS-NOS CADA VEZ COM MAIS FORÇA PARA VENCERMOS!!!
Uma frase feita, mas muito VERDADEIRA!!!
Só para a morte não há solução!!!
Eu sei bem do que falo!!!
Continuo a viver dia após dia,na corda BAMBA!!!
Nada já espero para mim desta vida, senão o amor dos que muito amo, saúde para mim,e para os que eu mais AMO!!!
A unica coisa que não conseguirei nunca ultrapassar, nem sequer quero esquecer, é o pior desgosto com que vivo há doze anos,e que me acompanhará sempre no meu coração até ao meu último suspiro!!!
Por amor desse meu sofrimento, imploro que tenha força, tal qual como eu, para ultrapassar tudo o que agora lhe está a acontecer, mas vai passar!!!
CORAGEM, FORÇA DE VONTADE!!!
NÃO ESTÁ SÓZINHO!!!
Ao contrário de mim, que não tive quem me desse a mão!!!
Tem todos os seus manos,a sua mãe, os seus amigos a darem-lhe APOIO!!!
Eu sinto a sua tristeza o seu sofrimento, é muito doloroso, pelo que está passar, mas SEJA forte, corajoso, Verá que vai VENCER RÁPIDO!!!
A MINHA AJUDA E FORÇA DO TAMANHO DO MUNDO PARA SI!!!
COM TUDO OQUE EU POSSA FAZER PARA AJUDAR!!!

Arsène Lupin disse...

Não, não estás sozinho. Se quiseres tens aqui sempre um ombro. Não é muito mas é o que se pode arranjar.

Quanto aos 2 anos. É uma private muito private. Um dia conto-te, mas agora não.

Beijos.

aunidadeimpropria disse...

Claro que não estás sozinho, ó Tosco!, sobretudo no cansaço: eu acordei agora... Vê se acordas tu (mais cedo) e mais aqui não digo.
beijo,
A.
p.s. - mais «comentários» no sítio do costume. Agora saio de casa. Não recebeste as minhas 3 sms's?

Anónimo disse...

BINGOOOOOOO

pinguim disse...

Olha Amigo
não sei muito bem o que te hei-de dizer, mas apetecia-me dizer-te tanta coisa...
Só me sai uma coisa, pequena que nada ou quase nada te ajudará: conta comigo para o que precisares e que eu possa ajudar...
Um abração grande.

Rainha do Nada disse...

No comments...

aunidadeimpropria disse...

Essa do «no comments» saiu-te um pouco, como direi, para não exagerar... ao lado.
[Na verdade a expressão idiomática que, suponho, procuravas deve ser «no comment», o «s», de Sabedoria, por exemplo, ou Sofia, sodomia, surra, etcaetera, é EXTRA teu. (cf., http://dictionnaire.sensagent.com/No%20comment/en-pt/) Perdoes ou não a «correcção» de quem sabe e pode fazê-la, porque sim.]
E, termino já, parece-me vagamente, que não se trata apenas de um mero ERRO linguístico, que qualquer analfabeto pode cometer, é também um comentário «estética» (moral?) e simplesmente despropositado. Uma aberração?
Abraço,
António

Paulo disse...

e agora, bola para a frente que a vida não pára! espero que entretanto tudo esteja já mais calmo!