terça-feira, julho 22, 2008

Até o Mac me avisa!

O sistema MacOS X possui um software, chamado Extensis Suitcase, que organiza e faz a gestão dos tipos de letra/fontes que temos instalados no computador. 
No computadores com o sistema da Microsoft, o Windows, normalmente a frase de exemplo na gestão dos tipos de letra é a famosa "The Quick Brown Fox Jumps Over The Lazy Dog" - que é um tipo de anagrama: o pangrama, ou seja, uma frase que usa todas as letras do alfabeto - assim podemos ver como se comportam todas as letras de uma determinada fonte. Erradamente alguns softwares traduzem esta expressão para português, mostrando-nos uma "A rápida raposa castanha salta sobre o cão preguiçoso" ou na variação brasileira "A ligeira raposa marrom ataca o cão preguiçoso" e com isto perde-se toda a utilidade que a frase possui no original. É o que dá quando não se percebe o porquê das coisas e avança-se para soluções/traduções descabidas e idiotas!
Feito o aparte, há pouco enquanto activava, no tal sistema do Mac onde trabalho, uma família de tipos de letra para um trabalho, olhei, pela primeira vez com olhos de vêr, para a frase que o sistema Mac usa para exemplificar o estilo da fonte. A frase do exemplo é completamente diferente da utilizada pelo Windows e ainda não me dei ao trabalho de ver se também tem a mesma funcionalidade "pangramática". Mas esta última, em relação à do Windows que não passa qualquer tipo de mensagem, pode bater forte e desabar em depressao profunda, quando lida com atenção. Da autoria de Mark Twain, diz o seguinte:
"Twenty years from now you will be more disappointed by the things that you didn’t do than by the ones you did do. So throw off the bowlines. Sail away from the safe harbor. Catch the trade winds in your sails. Explore. Dream. Discover. - Mark Twain"
A coisa a mim, por agora que ando a pesar e repensar tanta coisa da minha vida, caíu e bateu-me que nem um aviso importante vindo de um lado qualquer superiormente erudito, como que uma voz off do além - provavelmente dos States, pela mão de Steve Jobs, o patrão da Apple Macintosh... eh eh eh
O melhor é não pensar muito nestas coisas e pegar no trabalho de novo.

Sem comentários: