sábado, julho 12, 2008

Jardim do ferrolho

Acabei a tarde de sábado com um passeio pelos jardins que existem na encosta do Castelo de Palmela com esta mana, o Ticaco e mais dois sobrinhos reguilas, que terminaram o passeio encharcados com um banho de chafariz - brincadeira iniciada pela maior criança do grupo, eu!
Uma coisa destas aqui mesmo ao meu lado e desconhecia-o por completo... como é possível?
Aconselho a visita - mesmo não sendo uma pérola da arte de jardinagem real é um belíssimo passeio para uma tarde de Verão e se for acompanhado com boa disposição, nem se dá pelas subidas e descidas constantes que o tour obriga.
Ocorreu-me durante o passeio que, nos tempos em que a realeza por aqui deambulava, isto havia de ser bonito, com tanto canto e recanto propício ao apaziguamento de certo tipo de calores medievais - ainda hoje muito em voga. Acredito que, neste jardim, muito cinto de castidade terá perdido o seu ferrolho!
Fantasias à parte, algumas zonas deste jardim podiam estar melhor cuidadas, notando-se já algum abandono mas, se assim não fosse, não seria Portugal, certo?
Enfim, soube-me bem!

7 comentários:

pinguim disse...

Boa sugestão...

Paulo disse...

não conhecia este jardim dado ao medievo... mas também não conheço Palmela assim tão bem, embora o nome seja realmente promissor (e a tua associação também).
mas fizeste tu muito bem para apanhares ar! que não pode ser só caixotes e autocarros!

Graphic_Diary disse...

Com ou sem ferrolho?

Graphic_Diary disse...

Paulo,
O verdadeiro nome do jardim desconheço por completo, sequer se o tem - nesse caso, esta seria uma bela sugestão!
O nome atribuído aqui foi fruto do meu devaneio, só isso...não vás tu agora a Palmela perguntar onde fica o jardim do ferrolho!!!
eh eh eh

Paulo disse...

ah, obrigado pelo aviso! lol

Manuel Braga Serrano disse...

Já agora... o jardim chama-se Parque Venãncio da Costa... e há anos que espera uma intervenção de fundo na sua requalificação, talvez por isso Palmela esteja virada de costas para esse espaço verde, o que leva os namorados a agradecerem.
Subiram até um pequeno miradouro no fim do jardim? Tem uma vista do c***** para Setúbal e Vale de Barris, e é preciso chegar lá com cuidado, pois corre-se o risco de disturbar quem se sinta inspirado pela paisagem :-) sim, tb já fui muito feliz nesse jardim e no miradouro.
Ah, por baixo do jardim, seguindo pela Rua da Portela, vamos dar à antiga estrada romana. É um belo passeio pela encosta sul do Castelo, onde costumo ir várias vezes, e entre os vários percursos pedonais há um que vai dar a um olival que um incêndio há alguns anos durante o fogo de artificio da Festa das Vindimas tornou num espaço feérico.
PS: é o que dá viver por estas bandas!!

Graphic_Diary disse...

Manuel,
Muito obrigado pelas várias sugestões e complementos de percurso. A ver se da próxima vez sigo as tuas dicas e descubro um pouco mais de Palmela. É incrível como estou tão perto e conheço tão pouco.
Falaram-me do caminho até ao Miradouro, mas não o fizemos desta vez. Também não conheço nem a estrada romana, nem o olival feérico. Tanta coisa por conhecer ainda!
Um abraço