terça-feira, julho 01, 2008

Mês novo, vida nova

Ontem e hoje não fui trabalhar para conseguir tratar de todo o processo de mudança. A minha casa lá foi entregue ontem ao novo inquilino e consegui fazer quase tudo, apesar de ainda lá ter de voltar para trazer umas pontas soltas que por lá deixei. Acabámos o dia, eu e o meu mais que tudo (cuja ajuda foi indispensável), completamente de rastos...
Hoje acordei às sete da manhã para levar o meu bólide a retocar - depois de uma maldade que lhe fizeram, o pobre nunca mais foi o mesmo: com poucas semanas de vida, fizeram-lhe um risco enorme desde a porta do pendura até ao farol dianteiro... Filhos duma cadela com o cio, havia de lhes ter caído a mão quando estavam a riscar-me o carro! Bem, adiante.... agora vai finalmente ser pintadinho de novo, graças ao seguro contra tudo e contra todos e ainda mais contra os actos de vandalismo e que me custa uma pipa de massa a cada trimestre. Graças também ao meu desagradável desembolso de uma franquia inesperada de 125 euros, numa altura onde se contam todos os tostões... mas foi por uma boa causa!
Depois disso o resto do dia foi passado a tentar minimizar o impacto ambiental da minha chegada a este novo ecossistema, a casa do mais que tudo. O caos por aqui ainda é geral graças à chegada das minhas coisas. Vai ser uma longa semana!

1 comentário:

pinguim disse...

É preferível dizer que vai ser uma semana viva!