sexta-feira, fevereiro 29, 2008

Contagem de votos

Agradeço a todos aqueles (30 votações) que tiveram a simpatia, a paciência e o que quer que os tenha levado a carregar nos botões de voto, por terem participado no inquérito que aqui coloquei.

Depois de contados os resultados, onde ninguém achou que a coisa tivesse piorado, contabilizamos também um voto na opção "Como estava, estava bom. Mudar para quê?", o que só prova que o Velho do Restelo ainda está vivo, e um voto de um distraído na opção "Mudou alguma coisa? Nem reparei!".


Sendo assim e após longa ponderação acerca dos resultados obtidos, com uma esmagadora maioria na opção "Eu é mais bolos...", como democrata que sou resolvi satisfazer o vosso pedido e aqui vos deixo umas quantas ideias para bolos originais:

Mais ideias aqui - só mesmo na América!

Adenda/resposta motivada pelo Pinguim
Como anotado pelo amigo Pinguim, com razão, não mencionei os votos de duas opções - sendo uma delas a sua escolha. Por serem as hipóteses mais simpáticas e benevolentes à minha pergunta "Melhorou" e "Facilita a leitura, assim mais arrumadinho" não achei importante mencionar. Mas estou errado, afinal toda a gente tem o direito a que a sua voz seja ouvida. Assim sendo agradeço a todos aqueles, ainda foram 13, que responderam de uma maneira positiva às pequeninas mudanças que fiz por aqui e sobre as quais pedi opinião.
Muito obrigado, uma vez mais, pela participação de todos e para os bolinhos, já sabem, é seguir o link! :-)

Criatividade e Contadores

Aviso à navegação. Levou tempo mas lá saíu a lei, agora estejam atentos às vossas facturas da água, da luz, gás e por aí fora, a partir de Junho de 2008. Como estas coisas não são do conhecimento da maioria das pessoas, pois não fazem manchetes nas notícias, aqui vai uma informação do interesse de todos:

"Governo proíbe Cobrança de Aluguer de Contadores
Os consumidores vão deixar de pagar o aluguer de contadores de água, luz ou gás a partir de 26 de Maio, passando também a ser proibida a cobrança bimestral ou trimestral destes serviços, segundo a Lei n.º12/2008 publicada em Diário da República.
O diploma passa a considerar o telefone fixo um serviço essencial assim como as comunicações móveis e Internet, além do gás natural, serviços postais, gestão do lixo doméstico e recolha e tratamento dos esgotos.
Também o prazo para suspensão destes serviços, por falta de pagamento, passa a ser de dez dias após esse incumprimento, mais dois dias do que o actual regime.
Outra mudança importante é o facto de o diploma abranger também os prestadores privados daqueles serviços, independentemente da natureza jurídica da entidade que o presta."

Fonte: Portal do Cidadão

Também podem ler o mesmo aqui ou também aqui. Vamos estar atentos e descobrir até que nível chegará a criatividade (notícia do DN, em 2007) das empresas que prestam estes serviços para renomear estes alugueres, de maneira a poderem continuar a encher os bolsos indevidamente.

Big Brother

Quando for grande quero ter um irmão assim:
"Sabem quem é António Pinto de Sousa?
Mais um a CAMINHO DAS NOVAS OPORTUNIDADES... Ora vejam: é o novo responsável pelo gabinete de comunicação e imagem do IDT (Instituto da Droga e Toxidependência). Tem competência atribuída , para empossar quem quiser, independentemente da sua qualificação académica e profissional, para os cargos dirigentes do Instituto, contrariando os próprios estatutos do IDT. ahahah... que já me esquecia de dizer: É irmão de José Sócrates... "

quinta-feira, fevereiro 28, 2008

Kosovo

Acabei de receber esta imagem por email. A ser verdade, confesso que não tive tempo de averiguar, é vergonhoso. Pouco sei sobre a história da Sérvia e do unilateral Kosovo. Política internacional não é o tema que mais me interesse para além daquilo que recebo pelos telejornais. Como é lá longe, a malta vê e ouve estas notícias como mais um fait divers, algo que não nos diz respeito directamente, pelo que não há que dar muita atenção. Irem-me ao bolso todos os dias, o constante massacre à classe dos professores, o aumento de tudo menos dos ordenados, o crescente número de desempregados ou de trabalhadores precários (como eu), o aeroporto se fica no deserto e se vão fazer um túnel sub-Tejo toca-me mais.
Ainda assim, o pouco que sei de mais profundo sobre esta matéria tenho aprendido aqui. Agora com esta informação, a ser verdadeira, percebe-se o porquê da posição e interesse dos todos-poderosos-sempre-armados-em-donos-do-mundo, Estados Unidos da América juntamente com todos os outros países que a eles prestam vassalagem.
Mais informações aqui.

Estranhões e Bizarrocos

Estreia no próximo Sábado dia 1 de Março, no Fórum Municipal Luisa Todi, em Setúbal, a peça "Estranhões e Bizarrocos", uma adaptação do livro homónimo de José Eduardo Agualusa.
Ilustrações, figurinos e cenografia deste menino aqui.
Pelo que tenho espreitado nos bastidores, a coisa promete ser muito engraçada!

terça-feira, fevereiro 26, 2008

Paquistube

Quem seja utilizador assíduo do Youtube terá reparado que desde o passado Domingo o mesmo esteve quase sempre inacessível. Eu reparei!
Pensei, bem devem andar em manutenção... mas isso costuma durar umas horitas, nunca tanto tempo. Hoje de manhã ainda estava com problemas em aceder e comecei a achar que deveria passar-se algo mais que uma simples acção de manutenção. Pois que fui ao Google, insiro a palavra Youtube na busca, pressiono o botão "Pesquisar" e eis que fico logo a saber que o caso se devia a isto. Mais detalhe aqui e aqui.
Vai daí, com o Paquistão a ordenar aos operadores de ISP do país que bloqueassem o acesso interno ao Youtube (notícia aqui), a coisa correu mal e desligaram o acesso ao Youtube pelo mundo todo (vejam aqui ou aqui). Parece que a coisa agora já estabilizou.
Fiquei esclarecido!

Homem precisa-se

Aqui o mano véio, faroleiro de serviço, precisa de uma ajuda na divulgação do seguinte pedido:

O Grupo de Teatro Palha de Abrantes precisa de um homem.
Estamos a encenar
A Caixa de Prista Monteiro e falta-nos um actor.
Os ensaios são aos sábados das 15 às 18 no
Cine Teatro S. Pedro em Abrantes e como sempre por amor à camisola.
Quem estiver interessado pode enviar um email para
gtpalhadeabrantes@gmail.com ou telefonar para o 241 362 213 ou 966 477 003

Para quem quiser ou conheça alguém que queira participar, é passar a mensagem, fáxavor!

domingo, fevereiro 24, 2008

Almoço de Domingo

Tradicionalmente os Domingos são dias de família, almoçaradas que levam horas, bons repastos, o tempo é mais lento e propício a este tipo de convívio pré ínicio da semana de trabalho que começa no dia seguinte. Esta é a ideia que tenho dos domingos: comidinha caseira feita pela mãe, toda a família junta à volta da mesa e, a seguir ao almoço, o resto da tarde passada no sofá, depois do café e do cigarro (que já não fumo).
Actualmente estes momentos familiares são cada vez mais escassos mas hoje foi excepção. Fui almoçar a casa da minha mãe, a convite dela e não a pedido meu. De vez em quando peço-lhe um almoço com 'comida à mãe', quando sinto saudades de um cozido, umas favas, um fricassé, uma feijoada, uma cabidela e por aí fora, mas desta vez não foi o caso. Adoro a comida que ela faz, como aliás deve acontecer com a maioria dos filhos. Estes momentos são ainda mais preciosos porque são cada vez mais raros - há muitos anos que a minha mãe deixou de fazer comida com gosto, pelo menos estas iguarias (não me refiro ao diário bife com batatas fritas, arroz e ovo estrelado). E ela é uma óptima cozinheira, precisa é de estar para aí virada ou inspirada...e hoje foi o caso!
As imagens deste post foram captadas por ela, que quis guardar o momento para a posteridade, ilustram a ementa que constou de uma feijoada de coelho como prato principal e como sobremesa um pudim de ovos. Melhor que isto só mesmo o seu já lendário e divinal arroz doce - solicitação obrigatória em qualquer evento familiar em que ela esteja presente.
Pena que à mesa não tenha estado mais gente. Presentes só eu, ela e o meu sobrinho que preteriu a esplêndida feijoada pelo diário bife com arroz - como é criança, todos sabemos como nessas idades somos mais avessos a estas comidas, entende-se.
Para ter sido perfeito para a minha mãe, sei que era ter a filharada toda reunida à mesa, coisa rara nos dias de hoje e que só acontece no Natal e nos aniversários. C'est la vie!
Deixo aqui, mais uma vez, o meu muito obrigado pelo excelente almoço de Domingo minha querida mãe melga (como lhe chamo). Venham mais destes :-)

Mayra Andrade

Acabei de chegar de uma experiência fantástica. O concerto de Mayra Andrade, no Forúm Municipal Luísa Todi (Setúbal). Mal a conhecia, a primeira referência que tive foi pela pergunta de um amigo, dirigida a mim num tom incrédulo, 'Não conheces Mayra Andrade?!?'... (pausa para silêncio mortificador) e depois a minha resposta tímida 'Deveria?'
Segui o conselho e comecei a ouvi-la no youtube - gostei mas não fiquei rendido. Uma semana depois soube que a digressão dela passaria por Setúbal daí a umas três semanas. O tempo voou, chegámos ao dia do concerto, este sábado, e por não ter companhia acabei por não comprar bilhetes (cerca de 20 euros cada). Também não tinha ficado tão arrebatado que fosse ficar deprimido por não poder ir ver e ouvir alguém que pouco tinha ouvido. Paciência, pensei eu.
Hoje à tarde o meu mais que tudo ligou-me a dizer que tinha um presente para mim. Um amigo dele, que fazia algo no espetáculo aqui em Setúbal, ainda tinha dois bilhetes e não tinha a quem os dar. Ora para quem foram? Isso mesmo, aqui para o je. Como o mais que tudo preferiu ficar em casa, peguei na minha mãe e lá fomos ouvir a moça de Cabo-Verde. Ao lá chegar estranhei logo a coisa, era uma fila enorme de gente para comprar bilhetes, outra igual para entrar na sala, nunca tinha estado no Fórum assim completamente lotado - bem, excepto nas festas de Natal dos meus sobrinhos, com pais, avós, tios, primos e restantes familiares babados por verem os diabretes a personificar anjinhos, renas, estrelas e pinheirinhos, mas isso não conta. Indo ao que interessa, já sentadinho, preparei-me então para ouvir o que tinha assim de tão especial essa menina nascida em Cuba e criada na cidade da Praia. O processo de rendição começou logo, na segunda música já estava vencido e assim fiquei até ao final.
O calor na voz, a simpatia, a dança no corpo, enfim, tudo! O super-extra do concerto em Setúbal foi a acordeonista setubalense Celina Piedade. Ainda a assinalar José Luís Nascimento na bateria e percurssão, fiquei de olho nele desde logo e no solo que fez foi soberbo, de tirar o fôlego a qualquer um! Também apreciei muito a companhia da minha mãe que está sempre pronta para sair aqui com o filhote. Depois poder contribuir com algo para que ela se distraia, vê-la feliz e bem disposta, dá-me bastante prazer. Sei que ela gostou muito porque até fez um post sobre isto.
O único senão é o mesmo de sempre em qualquer espetáculo: o maldito hábito que as pessoas têm em bater palminhas pseudo ritmadas numa tentativa de acompanhar o compasso da música. Que raio de mania irritante! Se estivesse eu no palco mandava-os parar de imediato, como faz a Fátima C. Ferreira no Prós e Contras 'façam-me o favor de não bater palmas!'
Ficou-me uma história bonita, deixada por Mayra como introdução à música 'Comme S'il En Pleuvait', que fala de uma velha Sra. que vivia nas ruas da cidade da Praia. Todos os dias, quando pequena e a caminho da escola, Mayra passava por ela. Um dia a velha chamou-a e confidenciou-lhe: - Sabes... um dia eu já fui uma linda princesa como tu.
A letra dessa música, disse-nos Mayra, conta a história dessa mulher, hoje vagabunda, mas que nos seus tempos de nova tinha tudo: beleza, saúde, alegria, presentes, pretendentes lindos, tudo o que queria e sem qualquer dificuldade, como que se essas coisas caíssem do céu, lhe chovessem em cima. É um pensamento que tenho muitas vezes, quando vejo um vagabundo na rua... o que os fez chegar ali; como teria sido a sua vida em novos; posso ser eu ali daqui a uns anos? nunca se sabe as voltas que a vida nos dá... Deixo aqui o vídeo dessa interpretação, precisamente em Setúbal, com a interacção do público, depois de devidamente ensinado e instruído por esta menina fantástica que já é uma grande cantora.
Voltando à pergunta inicial, se já deveria ter conhecido Mayra Andrade, deveria!

Obrigado ao amigo que fez a pergunta incrédula, ao mais que tudo que pediu os bilhetes e ao amigo que os arranjou.

sexta-feira, fevereiro 22, 2008

Me bate que eu gosto!

ORCHID, da dupla de fotógrafos franceses Julien and Stéphane

Um casal descobre uma revista sado-masoquista escondida no quarto do filho.
Mãe: - O que fazemos ao miúdo?
Pai: - Pelos vistos, não adianta bater-lhe!

quinta-feira, fevereiro 21, 2008

Day 51

Esta noite que passou fumei um cigarro... Quando estava a chegar a meio do mesmo, depois de ninguém ter reparado que estava a fazê-lo, tive uma sensação estranha de repulsa por mim mesmo por ter falhado com todo este processo que estava a correr tão bem. Fiquei irritado comigo. Só pensava 'porque é que foste fazer isso, já tinhas acabado com o monstro da nicotina que vivia no teu estomâgo e agora reanimaste-o. Imbecil, vai começar tudo de novo!' Foi mesmo coisa à filme, só faltou o grito no final: NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃO!!!!!!
Essa sensação foi tão realista que acordei sobressaltado e cheio de culpa, mas depois de constatar que era um sonho (pesadelo), ri-me, virei para o outro lado e dormi de novo. Tenho ideia de ter voltado ao mesmo sonho e ter apagado o cigarro, mas se calhar já sou eu a inventar.
Na realidade o processo está a correr muito bem. Durante o dia já não me ocorre o pensamento 'agora fumava um cigarrinho', já não conto os dias - fi-lo agora para este post e constato que passei a barreira dos 50. Tenho comigo a impressão de que vou ficar pelos três meses mínimos obrigatórios de medicação, não pelos seis aconselhados pela médica de família. Desta é que foi!
A leitura deste livro também me ajudou bastante a desconstruir a lavagem cerebral que impus a mim mesmo enquanto fumador. Aconselho vivamente a sua leitura a quem também queira largar o vício. É muito simples e, o melhor de tudo, parece que funciona!

Remodelações

Foto de Bertram Bahner.
Pois é, ao fim de 20 meses com o mesmo aspecto resolvi testar e brincar com as linhas de código do meu modelo e fazer umas pequenas remodelações nesta casa.
Alarguei o espaço, derrubei umas paredes, criei novos compartimentos. Por enquanto mantive as cores nas paredes, rodapés, caixilhos e restantes elementos.
Deixo-vos o inquérito no topo, para que expressem a vossa opinião sobre este Not So Extreme Makeover - Blog Edition. Obrigado pela vossa particição!

quarta-feira, fevereiro 20, 2008

Da Literatura

Há já alguns meses que leio quase diariamente o blog Da Literatura onde Eduardo Pitta deixa as suas opiniões atentas ao que se vai passando aqui pelo burgo. A sugestão de leitura foi dada pelo pardinho do costume.
Até esse momento não o conhecia, nem ao seu trabalho (não sou grande amante de poesia), nem às suas críticas literárias no jornal Público (raramente compro/leio jornais...), estava completamente a zeros, não sabia nada sobre este autor... confesso isso tudo. Cruxifique-me quem estranhe ou se ofenda com isso!
Comecei por apreciar o estilo dos seus textos bloguistas e acabei por tornar-me seu leitor assíduo. Quando saiu o romance Cidade Proibida, não fui a correr comprá-lo. Só algum tempo depois, após ter lido umas quantas coisas pela blogoesfera e noutros sítios onde o referenciaram, acedi a comprá-lo, meio céptico mas com alguma curiosidade. Andei com ele lá por casa à espera que a vontade de lêr voltasse - há já algum tempo que os livros me deixaram, ou deixei-os eu? Anyway, este fim de semana obriguei-me a reavivar essa vontade e lá fui à estante procurar pelo livro. Comecei muito devagarinho no Domingo e na Segunda à noite terminei-o. Também porque é pequeno em número de páginas, pouco mais que as 130. O estilo é curto e grosso, sem rodeios e grandes floreados.
Não vou tecer uma crítica sobre a obra até porque, muitos e com maior autoridade para tal, já o fizeram. E nem eu tenho pretensas a crítico! Deixo-vos somente a minha humilde opinião de leitor destreinado.
Mais que um romance de temática homossexual (como é maiormente rotulado) este trabalho fala sobre a alta classe portuguesa, fechada sobre si mesma, classista, snob e arrogante - os verdadeiros money people que em nada têm a ver com o piroso jet-set das Lilis e afins. A história de Martim e Rupert pareceu-me secundária. Podia ser a história de João e Maria, ou Isabel e Joana, era igual. Na leitura que fiz o maior interesse do autor pareceu-me ser a vontade de falar sobre outras coisas - como a história recente entre Portugal e as ex-colónias africanas, os destinos dos que partiram e dos que ficaram, o racismo e o classismo, para mencionar só algumas. Mais que abordar as dificuldades amorosas entre duas pessoas do mesmo sexo - no caso destas duas personagens, serem gays era o menor dos seus problemas - o autor aborda as dificuldades de um amor entre duas pessoas oriundas de classes sociais completamente diferentes. Gostei.

Piscina de Jesus

Ora aqui estão duas fotos que comprovam o que referi num post anterior.
Volto a dizer que este caso é resultado não só do mau tempo, mas igualmente de uma péssima solução de urbanismo. Com as obras de remodelação do Largo de Jesus, realizadas há uns anos atrás, transformaram o local numa gigantesca rampa para skaters e bikers (com tudo grafitado) e, quando chove, numa piscina. Parabéns à cabecinha por trás deste projecto vergonhoso!

terça-feira, fevereiro 19, 2008

Adios Fidel

Um dos últimos bastiões do Comunismo no Mundo deixou hoje a cadeira do poder. Após quase meio século sentado sobre os destinos de Cuba, Fidel Castro escreveu no jornal Granma - diário oficial do Partido Comunista Cubano - a sua despedida:


Tinha uma amiga que dizia gostar de conhecer Cuba ainda e só com Fidel no poder, para ela seria algo igual a ir a Roma e ver o Papa. Não sei se chegou a ir a tempo, se não, too late!

Setúbal encharcou

Durante toda a noite e dia de ontem não parou de chover. A trovoada foi das mais fortes que presenciei até hoje. No noticiário das 13h só mencionaram as cheias na zona da grande Lisboa e como trabalho num local alto, a pouco mais de mil metros da minha casa, não me apercebi do que estava a acontecer na minha própria cidade. Só à noite, novamente no noticiário, é que conheci a verdadeira extensão dos estragos por Setúbal, aliás, praticamente às portas da minha casa. Não faltaram sítios inundados por aqui, com a água a atingir uma altura considerável em alguns locais, como se pode ver neste vídeo no Largo de Jesus,ou melhor, na piscina de Jesus, bem perto de onde moro. É o resultado das chuvas intensas mas também de uma péssima obra de urbanismo (quem conhece a praça, onde está o monumento mais emblemático de Setúbal, sabe do que falo).
Este outro vídeo, é na Praça do Brasil, perto da estação de comboios de Setúbal e que já fica numa zona relativamente alta da cidade. Ora vejam:

Mais um, filmado de dentro de uma saula de aulas na escola onde eu andei. Agora com rio à frente. Nos meus tempos de aluno só havia uma simples estrada.

Miraculosamente a água não chegou a estes despreparos na zona onde moro, pelo que o meu carrito - o meu bem-a-prestações mais exposto a este tipo de intempéries - não sofreu nenhuma mazela aquática.
Num Inverno onde raramente tem chovido este fenómeno apanhou muita gente desprevenida que, apesar das indicações da Protecção Civil e do Instituto de Meteorologia, não se precaveu contra a eventualidade de cheia. Resultado: muitos proprietários de lojas, espaços comerciais, restaurantes, cafés, etc., viram os seus bens levados, ou encharcados, pela enxurrada. Nestas alturas aponta-se sempre o dedo aos serviços camarários por não limparem os bueiros, sarjetas e esgotos em condições, culpam-se os governos por más políticas de urbanismo, atentam-se os bombeiros por falta de capacidade de resposta aos pedidos de socorro e por aí fora. E neste jogo do sacudir a água do capote, nunca se apuram responsabilidades. É o salve-se quem seguros tiver!

Mais vídeos aqui, aqui, aqui, aqui e aqui.

TPC

A professora, durante a aula de Ciências:
- Anotem a lição de casa, crianças: vocês vão ter de pesquisar o habitat natural das 70 espécies de animais que estão na página 20. Também vão ter de dizer qual o país de origem de cada animal, quais os seus predadores, as presas, os costumes e fazer uma redacção sobre cada um. E continuou:
- Falando em animais, Marta, o que dão as ovelhas?
- Lã, professora
- Muito bem! Pedrinho, o que dão as galinhas?
- Ovos, fêssora.
- Parabéns! Joãozinho, o que dão as vacas?
- Trabalhos de casa.

sexta-feira, fevereiro 15, 2008

Ainda o chocolate

Começou ontem o 6.º Festival Internacional de Chocolate de Óbidos subordinado ao tema OS Oceanos - 10 anos depois da nossa Expo 98 o tema ainda rende. Todos os anos este certame leva milhares de pessoas a assistir in locco, na pequenina e romântica Vila de Óbidos, aos devaneios artísticos dos chocolatiers deste país.
O festival irá percorrer dez dias, até 24 de Fevereiro e, como nos anos anteriores, haverá três concursos: um internacional de receitas de chocolate, um outro de melhor chocolatier português e um último de melhor montra de chocolate; há ainda lugar para diversas actividades, tais como a Casa de Chocolate para os mais pequenos, percurso de esculturas em chocolate, passagem de modelos com chocolate, cursos de chocolateria e ainda programação variada desde desfiles de coelhos da páscoa a concertos e patinagem artística.
Mudwrestling de Chocolate ou massagens com chocolate líquido são coisas a considerar pela organização do evento, muito provavelmente, só daqui a uns anitos.
Confesso que nunca fui adepto de confusões tais como passar horas nos quilómetros de filas para comprar os bilhetes (existe um só ponto de venda); sentir-me claustrofóbico dentro de casas com escassos metros quadrados e a rebentarem de gente (este ano resolveram colocar as esculturas dentro de montras, na rua - menos mal); multidões apertadas em ruas estreitas, etc. São razões mais que suficientes para nunca ter ido visitar este festival. Este ano não vai ser excepção, mas para quem tem paciência para este tipo de ajuntamentos, boas chocolatices!

quinta-feira, fevereiro 14, 2008

Still Valentine

O blog Postsecret é um dos locais na blogoesfera por onde mais gosto de passar. Não é por voyeurismo. É sim por constatar que os meus segredos, que julgava únicos, serem tão iguais aos segredos de tantas outras pessoas e perceber que afinal o meu mundo é igual ao dos outros (contrariando a frase que tenho no meu blog). E isso é bom. Aqui vai o vídeo de São Valentim, feito pela equipa PostSecret:

Dois, Two, Deux, Due, Zwei, Dos, 二, Duo, Zwee, Dwa

Hoje está de parabéns a minha mana caçula, ao ter sido mãe pela segunda vez; está também de parabéns o meu querido sobrinho Gonçalo que completa dois aninhos de esgravulhices; hoje, caso ainda não tenham reparado pelos posts anteriores, é também o dia dos namorados, casalinhos, parzinhos - dois, quatro, ou seis, consoante o grau de abertura das relações e das mentes.
That's why today the number two rules!

Valentine's Gifts

Que melhor presente para o dia dos namorados senão este,

...uma bela caixa de chocolates, daqueles que te fazem espirrar.
Vou só ali à fábrica, nada como comprar produtos directamente ao produtor...
Já volto... prometo!
:-)

Valentine's songs

"My Funny Valentine"
My Funny Valentine
Sweet Comic Valentine
You Make Me Smile With My Heart
(...)
But Don't Change A Hair For Me
Not If You Care For Me
Stay Little Valentine Stay
Each Day Is Valentine's Day

---//---

"I'm In The Mood For Love"
I'm in the mood for love
Simply because you're near me
Funny, but when you're near me
I'm in the mood for love
(...)
Oh, is it any wonder
That I'm in the mood for love?
(...)
And if there's a cloud above
If it should rain, we'll let it
But, for tonight, forget it
Cause I'm in the mood for love

Will someone join me for a picnic?

Better not!

46%Teste originalmente visto aqui.

quarta-feira, fevereiro 13, 2008

É já amanhã

Amanhã é dia dos namorados, de São Valentim, ou como dizem os americanos, Valentine's Day. Vai daí, lembrei-me que ainda não pensei em nada para oferecer à cara metade... I plead guilty! Mas ainda vou a tempo. Ele há coisa mais pirosa e ridícula do que os presentes que pululam pelas lojas nesta altura? Aguns exemplos, aqui ou aqui.
A efeméride lembrou-me também de uma música que já não ouvia há muito tempo. Fui à sua procura. Como não a encontrei na minha versão favorita, interpretada por Chet Baker, segue uma outra, interpretada por Nico, igualmente esmagadora na força e na tristeza. Como sei que gostas muito desta senhora, é também uma espécie de dedicatória para ti, mano véio.

My Funny Valentine
Rodgers and Hart

My Funny Valentine
Sweet Comic Valentine
You Make Me Smile With My Heart
You're Looks Are Laughable,
Unphotographable
Yet You're My Favorite Work Of Art

Is Your FigureLess Than Greek
Is Your Mouth A Little Weak
When You Open It To Speak
Are You Smart?

But Don't Change A Hair For Me
Not If You Care For Me
Stay Little Valentine Stay
Each Day Is Valentine's Day

terça-feira, fevereiro 12, 2008

Não me conformo

A TVI vai passar ainda hoje à noite o filme "Kill Bill - vol 1", mais provavelmente às tantas da madrugada e eu a ter que ir dormir. Pior é conseguir aguentar os intervalos pelo meio do filme, aliás, é caso para dizer, o filme pelo meio dos intervalos - chegam a durar 20 minutos, ou mais, a ponto de uma pessoa se esquecer do que está a ver... Não vou aguentar, vou mas é dormir. E amanhã passa o segundo volume, nas mesmas condições... Deixo-vos com algumas das minhas cenas favoritas do primeiro.

Quiz

Estava a fazer um zapping e aterrei na rtp2 na série Grey's Anatomy. Nunca segui muito esta série. Não porque não tenha gostado, ou deixado de gostar. Simplesmente não calhou. A primeira temporada ainda apanhei alguns episódios, mas depois perdi-lhe o rasto. O episódio que acabei de ver, deixa-nos a seguinte pergunta:
Se fosse o teu último dia na terra e se o soubesses, o que farias desse dia?
Dá que pensar. Dá que pensar sobre o que é realmente importante para nós... digo eu. A mim deu... e sei o que faria. Quanto a vocês, deixo aqui espaço aberto às vossas respostas. Pensem nisso e, se quiserem, respondam. Estou curioso (e sou)!

segunda-feira, fevereiro 11, 2008

Proud Mary

Directamente da cerimónia dos Grammys de ontem, dedicado aqui neste blogue ao menino que está no meu coração. Como sei que gostas deste "Proud Mary", aqui vai para ti:

Tina you're still Miss Hot Legs, oh yeah!

O número todo, aqui.

Dj Paulo

Não foi hoje no meu mail, foi sábado, mas ainda vou a tempo de fazer o devido agradecimento. Quem por aqui passou no sábado terá reparado que andei numa de espantar o azedume com música divertida, colorida e boa onda. Já chegam os pensamentos negativos para puxar uma pessoa para baixo! Assim, recebi nesse dia um alegre contributo do dj Paulo.
Como se diz num programa de rádio, há séculos que não ouvia isto! Obrigado pela partilha.

Cocteau Twins - Bluebeard, letra aqui.

Big Amy!

Esta grande maluca, que já tinha referenciado aqui pelo poder da sua voz, venceu ontem cinco Grammy Awards, dos seis a que estava indicada. Como está proibida de entrar nos States (motivos aqui), a menina actuou no evento e recebeu os prémios via satélite, a partir de um estúdio em Londres. Querem melhor bofetada de luva branca à hipocrisia e ao pseudo-puritanismo dos americanos? Ora tomem lá!
Mais aqui.

p.s. - parece que a grande derrotada da noite foi a minha igualmente querida Feist, nomeada para 4 Grammys mas que foi para casa de mãos vazias.

Prémios











AOS ASSUMIDAMENTE ALEGRES
Graphic_Diary »» pela música, pelo estilo refinado.
DA AMIZADE, DA BOA DISPOSIÇÃO E MAIS NÃO SEI QUÊ (sei, mas não digo)
Graphic_Diary »» pela beleza com que escreve e fala de si.
DA LEITURA DELEITÁVEL (faz pensar? ai que chatice!)
Graphic_Diary »» antes de pôr qualquer post terei de confirmar se não falou já do assunto.

Qual não foi a minha supresa hoje ao ver que tinha recebido estes prémios, logo três de uma assentada só, atribuídos por um dos meus blogues de leitura diária e obrigatória, o Felizes Juntos. Muito obrigado Zé e Paulo pela vossa escolha e pelas vossas palavras amigas que me deixaram hiper-mega-ri-lisonjeado e feliz. Esta noite acreditem que terão deixado muita gente assim, como eu agora e vocês sempre, ou seja, felizes juntos, com vocês e por vocês! Bem hajam.
:-)

sábado, fevereiro 09, 2008

It makes me feel happy

Para continuar a receber boas vibrações, aqui vai este vídeo do mesmo género terapêutico do anterior. Em Junho Feist estará em Portugal (10 no Coliseu do Porto e 11 na Aula Magna em Lisboa). Quero ir, alguém se oferece para companhia? Aceitam-se inscrições e donativos... eh eh eh

Feist - 1234, letra aqui.

Gúde Váibes

Patrick Wolf - Magic Position (2007), letra aqui.

Já conhecia, mas relembrei por indicação, novamente, do pardinho.
É impossível ficar mal disposto ou triste ao ouvir este som, ao olhar para toda esta cor, toda a boa onda do videoclip, as roupas trendy, de repente, o mundo até parece um lugar aprazível.

Aretha

Hoje estou numa de ouvir boa música, uma vez que o que contava ir fazer não se prepucionou (não é erro, é trocadilho mesmo!) devido à outra parte envolvida que faltou à chamada... não faz mal, a malta habitua-se a tudo.
Sendo assim, aqui vai uma musiquinha da Aretha, depois de ter ouvido esta outra numa dedicatória, à minha pessoa, do meu pardinho (obrigado!).

Aretha Franklin - Chain Of Fools, letra aqui.

Ah Marisa!

és GRANDE!

Broken Vase

Peter Callesen, Broken Vase, 2006 - 48 x 37 x 7 cm
Acid free A4 80 gms paper, glue, acrylic paint, and oak frame

Like someone once told me:
A broken vase, even if you glue all his little pieces back together, it will always be a broken vase.

sexta-feira, fevereiro 08, 2008

Teste o seu vocabulário

23 pontos = excelente vocabulário
Parabéns! Você está acima da média e prova com isso que é uma pessoa amante da literatura e que domina muito bem a língua portuguesa. Pessoas como você se expressam bem em qualquer meio e não têm praticamente dificuldade alguma em entender textos considerados eruditos. Continue praticando. Quem sabe um dia você não se torna um filólogo?

Para fazer o teste, é aqui. Visto em primeira mão, aqui.

Day 38

Hoje fui à médica de família. Consulta marcada para as 9h15, já há 2 semanas, até foi rápida a espera. Cheguei ao centro de Saúde às 8h45; às 9h15 consigo fazer a ficha; às 9h50 estou a ser chamado para entrar no gabinete da médica; a consulta é interrompida por um penetra que "vai só perguntar uma coisinha à Dra." e são uns 5 minutos; por fim, às 10h05 estou cá fora. Ou seja, numa hora e vinte minutos, nada mau ainda assim, estive uns escassos 10 minutos com a minha médica. Está de parabéns - disse-me ela, pois sou o 3.º paciente dela a conseguir manter o programa do Champix e a não estar a fumar mais. Renovo a receita por mais 56 comprimidos, um mês - o tratamento leva três no mínimo, aconselháveis são seis.
Assim que chego à farmácia são cerca de cem euros a menos no bolso - o processo é caro, não comparticipado, mas é igual ao que gastaria se estivesse a fumar, por isso, dá no mesmo! Na farmácia, já de saída e mais leve na carteira, aproveito e peso-me naquelas máquinas xpto que nos tiram altura e tudo. Menos cinquenta cêntimos. A máquina dá-me a boa notícia, em forma de ticket extemporâneo, que comprova que já tenho andado a sentir no meu corpo, ou seja, mais carne. Cheguei aos 75,1 Kg. Só uma vez tinha conseguido chegar perto desse valor, estava em casa sem fazer nada, vegetava. Agora voltei a esse valor, com vida activa. Deixo aqui o talão que o comprova.
Sempre fui extremamente magro, numa média entre os 65/68 Kg para 1,88 m de altura. Um pauzinho de virar tripa, seco, ossudo, como se costuma dizer. Agora alegro-me ao ver que graças a ter deixado de fumar, andar a alimentar-me em condições e comer com mais frequência estou cada vez mais próximo de alcançar o meu peso ideal (80/85 kg). Depois é ir para o ginásio, para que o corpo não despenque. Assim, além de mais saudável vou ficar todo grosso! Qualquer coisa no meio termo em falta na imagem que ilustra este post. Veremos!
Estou, uma vez mais, feliz comigo e com os resultados que estou a obter com este processo.

quinta-feira, fevereiro 07, 2008

Gal Acústica



Gosto muito deste album e especialmente desta música. Hoje, nas minhas deambulações bloguistas, relembrei-me dele por aqui - um blog descoberto ontem através de um comentário que o autor deixou no meu e, como curioso que sou, depois de ver, acabou adicionado aqui à minha listinha de leituras mais ou menos diárias (o dia deveria ter 48 horas).

Notícias

Divulgada a causa da morte de Heath Ledger >> ler+

Queen Latifah sai do armário >> ler+

quarta-feira, fevereiro 06, 2008

400 anos

Padre António Vieira - Lisboa, 6 /02/1608 — Bahia, 17 /06/1697

O sermão de Santo António aos Peixes, tão actual nos dias de hoje e de sempre:

"A primeira cousa que me desedifica, peixes, de vós, é que vos comeis uns aos outros. Grande escândalo é este, mas a circunstância o faz ainda maior. Não só vos comeis uns aos outros, senão que os grandes comem os pequenos. Se fora pelo contrário, era menos mal. Se os pequenos comeram os grandes, bastara um grande para muitos pequenos; mas como os grandes comem os pequenos, não bastam cem pequenos, nem mil, para um só grande. (...)
Cuidais que só os Tapuias se comem uns aos outros? Muito maior açougue é o de cá, muito mais se comem os Brancos. Vedes vós todo aquele bulir, vedes todo aquele andar, vedes aquele concorrer às praças e cruzar as ruas; vedes aquele subir e descer as calçadas, vedes aquele entrar e sair sem quietação nem sossego? Pois tudo aquilo é andarem buscando os homens como hão-de comer e como se hão-de comer. Morreu algum deles, vereis logo tantos sobre o miserável a despedaçá-lo e comê-lo. Comem-no os herdeiros, comem-no os testamenteiros, comem-no os legatários, comem-no os acredores; comem-no os oficiais dos órfãos e os dos defuntos e ausentes; come-o o médico, que o curou ou ajudou a morrer; come-o o sangrador que lhe tirou o sangue; come-a a mesma mulher, que de má vontade lhe dá para a mortalha o lençol mais velho da casa; come-o o que lhe abre a cova, o que lhe tange os sinos, e os que, cantando, o levam a enterrar; enfim, ainda o pobre defunto o não comeu a terra, e já o tem comido toda a terra."
Mais aqui.

The Prophecy


Justify My Love (The Beast Within Mix) - Madonna (letra aqui)

Estes dois vídeos precederam a apresentação de The Prophecy - um trabalho fotográfico com posterior tratamento e montagem digital do fotógrafo francês Aymeric Giraudel, produzido com o apoio da BeautifulMag. Levou cerca de um ano a estar completado e muitas sessões fotográficas.
Além de ser um trabalho excelente, tanto artistica como tecnicamente, o download (no site da Beautiful) em alta qualidade dos três paineis que compõem este trabalho é totalmente gratuito. Para quem aprecie o trabalho pode assim descarregar os três ficheiros (têm cerca de 17 megas cada um). Pode posteriormente imprimi-los num grande formato, em alta qualidade, e depois é espalhar pelas paredes lá de casa... é uma ideia!
É a democratização da arte, disponibilizada pela BeautifulMag.

Sweeney Depp Todd

Não surprende, é Tim Burton naquilo que sabe fazer de melhor e que é sempre bom. Mas não surpreende. A história é simples e previsível. O sangue é muito e só custa à primeira degolação, depois é sempre a abrir. Surpreendente é ver (e ouvir) Johnny Depp e Helena Bonham Carter cantar, saíram-se bem. Surpreendeu também ver Sacha Baron Cohen (o famoso Ali G, ou Borat) no papel de barbeiro rival, enfiado numas calças de licra(?) azul. De resto, é Tim Burton all over (sets, guarda-roupa, imagem, ambientes, personagens, etc.).
Gostei, como gosto sempre dos trabalhos de Tim Burton, mas não saí de lá surpreendido.

terça-feira, fevereiro 05, 2008

Piada picante

Quase no fim de uma entrevista colectiva, um repórter fez a seguinte pergunta aos três políticos presentes:
- Senhores, se vocês fossem solteiros, com quem os senhores gostariam de se Casar?
O primeiro a responder foi Santana Lopes:
- Eu casaria com a Soraia Chaves, a mulher mais bonita de Portugal!
Então, um bêbado, lá no fundo, batendo Palmas, grita:
- Isso mesmo, muito bem, casou pela beleza, vale, muito bem!!!
Logo após, Cavaco Silva deu a sua resposta
- Eu casar-me-ia com a minha actual esposa, pois eu amo-a e ela ama-me!
O bêbado, mais uma vez
- Muito bem, está certo casou por amor, boa!!! Muito bem!!!
E então, o José Sócrates, demagogo como sempre, deu a sua resposta:
- Eu casaria com Portugal, meu coração pertence ao país!
O bêbado, mais eufórico que nunca, respondeu lá de trás
- Sim senhor, muito bem, isso é que é um homem honrado: fodeu, tem que Casar...!!!


Enviada pelo pardinho.

Foi na Expo - I

Sábado passado estive no Parque das Nações para um jantar agradável com a V, com quem já não estava há muito tempo. Finalmente lá conseguimos conciliar agendas e ainda bem. Como ela estava a trabalhar até às 19h00, resolvi ir mais cedo e dar uma volta por lá, fazer também uma ronda às minhas lojas preferidas do centro comercial (aproveitar os saldos) e comer uma junk food meal.
Ora, foi no terraço do centro comercial com esta vista priviligiada para o parque e para o Tejo, ao mesmo tempo que matava saudades de um menu KFC, que me apercebi o quão importante aquele sítio tem sido na minha vida. Recordei que foi ali que tomaram lugar alguns dos acontecimentos mais marcantes na minha história recente e apetece-me deixar isso por escrito. Como tenho tanta coisa para recordar, este post terá de ser repartido.
Curioso ter pensado nesse balanço agora que, precisamente, se completam 10 anos desde o "nascimento" desta nova zona da cidade de Lisboa, refeita totalmente de raíz para receber a famosa Expo 98 e lugar que, para que se lembra, era composto por terrenos baldios, fabris e lamacentos - hoje em dia é um luxo poder viver ali, go figure!
Bem, vamos lá então recordar (este blog é melhor que uma novela ou um filme, também temos flashbacks).
1998 - Ano da Exposição Mundial.
O ambiente que se respirava no espaço da Expo era contagiante, eufórico, mágico, tudo parecia possível e Portugal (Lisboa?) parecia um país renovado, moderno, culto, tolerante e com os olhos postos num futuro promissor.
Foi nesse Verão que assisti a dois concertos maravilhosos da dupla Maria João e Mário Laginha.
O primeiro, ocorreu numa noite fria e ventosa, intitulava-se "Fado do Improviso", com participação do já falecido Carlos Zel. Este assisti com o meu irmão mais velho e pardinho (o bilhete foi o meu presente de aniversário para ele) e com a Catarina (o que será feito dela?) no Anfiteatro da Doca dos Olivais - aquele com o palco flutuante. Depois a noite, se não estou em erro, acabou no Bairro Alto, a discutir fenomenologia, entre uma bebida e outra...
O segundo concerto, na Praça Sony, assisti bem encostadinho ao Fabien, com uma chuva miudinha, mas onde ninguém arredou o pé - a Maria João avançou para fora do palco e fez o concerto todo debaixo de chuva, como nós, arriscando-se a dar cabo da saúde mas por solidariedade da assistência que não ia embora só para a ouvir. Foi lindo!
Outro concerto que ficou na minha memória foi aquele com Marisa Monte (uma das minhas cantoras de eleição), Cesária Évora (a Sra. Morna) e Dulce Pontes (antes da loucura). Simplesmente espetacular.
Mas o maior contributo para a construção da minha personalidade, aconteceu na noite desse segundo concerto assistido com o Fabien (um namoro de Verão) onde senti, pela primeirra vez, que afinal era possível viver a minha sexualidade sem qualquer espécie de sentimento de vergonha. Com ele andei de mão dada e abraçado, como verdadeiros namorados, sem termos de esconder nada. Foi também com ele que dei os meus primeiros beijos num espaço público, no então exuberante Jardim Garcia da Horta, com o Tejo mesmo em frente. Talvez pelo ambiente mágico que se vivia no espaço da Expo, já referido, talvez por acharem que éramos estrangeiros e lá essas modernices eram permitidas, não sei, o que é certo é que não fomos apupados, nem apedrejados, nem perseguidos. Sentia-me estranho e, ao mesmo tempo, contente por isso. No final da noite ao despedirmo-nos, perto da Gare do Oriente (nenhum de nós vivia em Lisboa), levei um grande e demorado beijo na boca. Nessa noite fui para casa com um sorriso estupidamente feliz estampado na cara.

segunda-feira, fevereiro 04, 2008

Picaldeira

Quando cheguei hoje ao trabalho vi um email da Picaldeira (enviado ontem) que fez chegar a lagriminha ao canto do olho. Sou um chorão, sem chorar, confesso. E isto porque ainda fico surpreendido com estes gestos de atenção dos outros para comigo - penso sempre que não mereço este tipo de carinho e preocupação com a minha pessoa... sou mesmo parvo... adiante!
Então, o primeiro carinho foi uma mensagem de força para me manter à tona e como estimulante enviou-me este link - um site muito interessante com vídeos de palestras sobre diversos temas, com os mais díspares oradores, vale a pena a visita! Através deste site, cheguei a esta performance lindíssima:
Pilobolus - "Symbiosis"
A male-female duet which traces the birth of a relationship between two creatures sinuously & sensuously intertwined. At once a Darwinian investigation and a love story, Symbiosis never ceases to surprise with its majesty and emotional depth.

O segundo carinho foi o link para esta performance do espetáculo mais sensual do famoso Cirque du Soleil - este sim, noutro sentido da palavra, um verdadeiro estimulante! :-)

Cirque du Soleil - "Zumanity - 2Men"
Lovers Arthur and Pepe dance a tumultuous tango. Through their fierce choreography, a passionate story of love and anger unfolds. Again and again they attract and repel in intense conflict until the magnetic energy between them becomes more than they can bear. Artists: Arthur Kyeyune and Pepe Munoz.

Trocadilhos à parte, adorei o vídeo e o teres lembrado de mim porque sei que sabes o quanto gosto de Tango e a ideia de dois homens a dançá-lo, assim violento, com garra e tensão, como só um tango deve ser dançado (o facto de estarem pouco vestidos é um plus à sensualidade). Ainda me inscrevo em danças de salão só para concretizar o sonho de dançar assim um dia (mas com mais roupa).

I’m not worthy... oh wait, yes, I am in fact worthy...
thank you for your kind gesture Picaldeira!

domingo, fevereiro 03, 2008

O que me reserva a semana

Weekly Horoscope - The Feeling Of Wealth
You are entering a period where you are keen to look more deeply into life, Eduardo. The superficial side of things will not be so appealing. The presence of Pluto and Jupiter in your eighth house indicates that you will be very fascinated by all things Plutonian and Scorpionic. This means birth, sex, life, death, joint resources, psychology, transformation, and all things hidden from view. Jupiter in this zone gives you faith in your ability to invest wisely and to make your money grow and work hard for you. You may be keen to connect with the right people so that they can give you the help you need and deserve. If you want a loan, mortgage, or to raise capital, you are going to find that bank managers and financial advisors are quite favorable to your requests. There is a lot of activity in your travel zone, which may encourage you to take a break or at least to think ahead to vacation time. Don't be tempted to book this week as Mercury is retrograde and things might not go according to plan. It is best to research your options for now. Extra responsibility at home may also mean that you aren't quite as free as you would like to be.

Do sítio do costume. Estão sempre a acertar, fogo!

sábado, fevereiro 02, 2008

Borderline*


*I think I'm getting there...
...while trying to know myself , i'm getting a nice conclusion, hum?

sexta-feira, fevereiro 01, 2008

Centenário do Regicídio

Faz hoje 100 anos que mataram Carlos Fernando Luís Maria Victor Miguel Rafael Gabriel Gonzaga Xavier Francisco de Assis José Simão de Bragança Sabóia Bourbon e Saxe-Coburgo-Gota, encurtando: Dom Carlos I e seu filho Luís Filipe Maria Carlos Amélio Fernando Victor Manuel António Lourenço Miguel Rafael Gabriel Gonzaga Xavier Francisco de Assis Bento de Bragança Saxe-Coburgo-Gota, encurtando: D. Luís Filipe. Escaparam por pouco ao atentado Manuel Maria Filipe Carlos Amélio Luís Miguel Rafael Gonzaga Xavier Francisco de Assis Eugénio de Bragança, encurtando: D. Manuel II e sua mãe Maria Amélia Luísa Helena de Orleães, encurtando: Dona Amélia de Orleães.

Estou cansado só de escrever isto... tanto nome! Bem, a série a passar a partir de hoje na RTP1 parece interessante. A ver se não perco, sempre se aprende alguma coisa sobre o acontecimento que mudou consideravelmente o rumo de Portugal, na nossa história recente.

Diz-se por aí à boca pequena que o nosso PM evitou passar hoje pelo Terreiro do Paço durante todo o dia, não fosse ao povo dar-lhe ideias de comemorar a efeméride com um socraticídio... teria sido "porreiro pá!". eh eh eh

Day 31

Still counting and drinking a lot of water...
Zero cigarretes so far, therefore, CONGRATULATIONS me!
I'm really happy for my achievement. Keep up the good work.
:-)