quinta-feira, julho 24, 2008

Pika's a image a day mail

I miss you

O poder da genética

Parabéns e que tenhas um feliz dia de aniversário, mãe melga
Sempre que vejo esta tua foto de bebé, lembro-me das que existem minhas com a mesma idade e percebo o quanto a genética realmente funciona e é poderosa - não há qualquer dúvida de que sou mesmo teu filho!

quarta-feira, julho 23, 2008

Conferência de Tipos de Letra

See more funny videos at CollegeHumor. - Visto inicialmente aqui.

Muito divertido, inteligente e bem esgalhado!
Quem está habituado a trabalhar com os vários tipos de letra existentes - já para não falar nas dores de cabeça que se arranjam quando tentamos escolher e encontrar A fonte certa para um trabalho, UMA no meio de milhares instaladas nos nossos computadores - reconhecerá aqui umas quantas neste vídeo. Excelente!

Rir é o melhor remédio

Stunned & Frozen Cat ! - Visto inicialmente aqui.

Os gatos às vezes são mesmo uns bichos estranhos! Este particularmente, além de parecer que tomou alguma substância alucinogénica muito boa mas ilegal, faz-me lembrar muito a minha Luna - por andará ela? Ainda não deu uma destas ao meu preto Heitor, acho que nem saberia como reagir se ele se metesse com estas maluquices.

terça-feira, julho 22, 2008

Temos casamento!

Aqui o maníssimo vai casar-se em breve, já em Agosto, ficando eu - o terceiro faroleiro de serviço - para o último dos faroleiros solteiros, uma vez que a faroleira Bat também já casou o ano passado. Estive esta tarde, depois do trabalho, com ambos para receber o convite em mãos. O convite (na imagem) resultou de uma idéia, muito ao estilo do meu mais que tudo que o adorou, que está muito engraçada e original: um lenço dos namorados, versão lowcost - sem os bordados originais porque as carmelitas descalças e bordadeiras estavam em greve - com os dizeres estampados num pequeno pano de algodão.
Quanto a mim, fica aqui a promessa de que, se tudo correr bem, para o ano levo-os todos a Badajoz! eh eh eh

Até o Mac me avisa!

O sistema MacOS X possui um software, chamado Extensis Suitcase, que organiza e faz a gestão dos tipos de letra/fontes que temos instalados no computador. 
No computadores com o sistema da Microsoft, o Windows, normalmente a frase de exemplo na gestão dos tipos de letra é a famosa "The Quick Brown Fox Jumps Over The Lazy Dog" - que é um tipo de anagrama: o pangrama, ou seja, uma frase que usa todas as letras do alfabeto - assim podemos ver como se comportam todas as letras de uma determinada fonte. Erradamente alguns softwares traduzem esta expressão para português, mostrando-nos uma "A rápida raposa castanha salta sobre o cão preguiçoso" ou na variação brasileira "A ligeira raposa marrom ataca o cão preguiçoso" e com isto perde-se toda a utilidade que a frase possui no original. É o que dá quando não se percebe o porquê das coisas e avança-se para soluções/traduções descabidas e idiotas!
Feito o aparte, há pouco enquanto activava, no tal sistema do Mac onde trabalho, uma família de tipos de letra para um trabalho, olhei, pela primeira vez com olhos de vêr, para a frase que o sistema Mac usa para exemplificar o estilo da fonte. A frase do exemplo é completamente diferente da utilizada pelo Windows e ainda não me dei ao trabalho de ver se também tem a mesma funcionalidade "pangramática". Mas esta última, em relação à do Windows que não passa qualquer tipo de mensagem, pode bater forte e desabar em depressao profunda, quando lida com atenção. Da autoria de Mark Twain, diz o seguinte:
"Twenty years from now you will be more disappointed by the things that you didn’t do than by the ones you did do. So throw off the bowlines. Sail away from the safe harbor. Catch the trade winds in your sails. Explore. Dream. Discover. - Mark Twain"
A coisa a mim, por agora que ando a pesar e repensar tanta coisa da minha vida, caíu e bateu-me que nem um aviso importante vindo de um lado qualquer superiormente erudito, como que uma voz off do além - provavelmente dos States, pela mão de Steve Jobs, o patrão da Apple Macintosh... eh eh eh
O melhor é não pensar muito nestas coisas e pegar no trabalho de novo.

segunda-feira, julho 21, 2008

HAPPY BIRTHDAY

Foto daqui

MY SWEET WEB FRIEND

sábado, julho 19, 2008

Carneirada II - beach version

O que separa estas duas fotos? O local, o modo de vestir e o destino de chegada, de resto é tudo igual: carneirada e só carneirada. Seja à saída do metro para o trabalho, seja à saída do ferryboat para a praia, somos todos carneirada.
Pois é, fui para a praia! O meu primeiro (e único?) dia de praia este ano. Yes!!!
Fomos só depois de almoço porque a exposição ao Sol já é menos nociva e também porque não aguento um dia inteiro a lagartar ao sol. Assim umas três horinhas já estiveram mais que boas para começar! A água, apesar de um pouco fria, estava suportável e, depois de lá enfiados dentro, a coisa até se aguentou bem - ai que saudades da água quentinha do Mediterrâneo!
Já faço um post com algumas fotos que tirei à novíssima marina do tio Belmiro de Azevedo e que serve de postal de boas vindas para quem agora chega à ex-nossa Tróia...
Que rico sábado!

Carminho

Eu a pensar que ia chegar a casa e esponjar-me no sofá, fui logo recambiado para o carro e de volta para Lisboa, mais propriamente para a Feira de Artesanato no Estoril, numa corrida contra o tempo para chegarmos a tempo de assistir ao concerto do Pedro Moutinho (irmão mais novo do grande Camané) com a "nossa" Carminho* que cantava na primeira parte do espetáculo.
Como já é habitual, o raio da rapariga encheu-nos com a sua voz descomunal, portentosa, fantástica e isto só com 23 aninhos. Façam-vos o favor de a ouvir!
Chegámos há pouco a casa mas valeu a pena!
Comentamos entre os dois, no final, o que será desta voz na casa dos trintas!

*Carmo Rebelo de Andrade, filha da fadista Teresa Siqueira, apresentada nas noites fadistas como Carminho, foi Prémio Revelação da Grande Noite do fado em 2006.

sexta-feira, julho 18, 2008

Final de semana

Regressar a casa, sobre o Tejo, depois de mais uma semana de trabalho, rasgada com algum custo, das calendas.
Quando atravesso a Vasco da Gama há uma zona da travessia, a cerca de meio da ponte, que me faz parecer estar rodeado de mar, só água por toda a volta, como uma ilha.
Gosto especialmente dessa sensação, que essa imagem me provoca, no final do dia, no regresso a casa. Por vezes fantasio que estou a atravessar um oceano estranho, rumo a um continente desconhecido onde me espera uma vida nova, diferente desta. Tento fixar os olhos num ponto do horizonte e congelar o momento dessa visão. Deixo-vos a foto desse momento. Não sei porquê, mas adoro essa sensação... depois regresso lentamente à realidade, à medida que vou chegando à outra margem.
Bom fim de semana!

Beware of Pickpockets

Ontem ao final do dia, quando entro na minha estação do metropolitano rumo a casa começo a ouvir aquela voz feminina que normalmente está a debitar informações do género "O metro faz 60 anos, blá blá blá...", mas desta vez era diferente. Dizia repetidamente "Cuidado com os carteiristas nesta estação", ou coisa parecida. Depois desço as escadas de acesso à plataforma de acesso às carruagens e no mostrador electrónico corre o texto com essa mesma informação: "Atenção! Encontram-se carteiristas nesta estação, tenha cuidado."... Estranhei a insistência e pareceu-me ser novidade, uma vez que uma mensagem destas - sonora e escrita - a dar com tanta insistência não costuma ser normal.
Hoje li no jornal "fastfood" METRO que o que eu assisti ontem foi ao novo sistema de alerta que o Metro de Lisboa implementou em toda a sua rede e calhou logo ser activado na estação que eu frequento diariamente. Ora aí está uma boa medida e tiro o meu chapéu ao Metro de Lisboa pela originalidade. Agora o trabalho dos carteiristas é bem mais dificultado, pelo menos para aqueles que estão referenciados pelo sistema de segurança! Deixo-vos o recorte da notícia (clicar para ampliar):
Clicar para ampliar a imagem

quarta-feira, julho 16, 2008

Gatos

Encontrei pela primeira vez estas animações no Neatorama, blog que faz parte das minhas visitas mais ou menos diárias consoante a minha disponibilidade.
É bom de ver como este animador, Simon Tofield, captou na perfeição a essência do bicho gato - muito provavelmente tem um, só pode! Eu pelo menos reconheço muita coisa do meu bichano nestes filmes. Ora vejam estas três curtas e confirmem-me lá se os gatos não são mesmo assim:


terça-feira, julho 15, 2008

Sorrir

É o melhor remédio, sempre!

Quem é que, depois de ver este vídeo, pode sentir amargura no peito? Feist e os marretas da Sesame Street, divinal e de deixar qualquer um embevecido. Eu pelo menos fiquei e vou para a caminha mais sorridente! Até amanhã.

Visto inicialmente aqui.

Amor e dedinhos do pé

Porque este blogue não vive só de efemérides menos alegres, aqui fica o apontamento deste já 3.º aniversário. Nem tudo tem sido altos, muitos baixos tem havido também mas é assim mesmo que se faz o caminho. Já diz o outro e com razão "Enquanto houver estrada para andar, a gente vai continuar..."
Curiosamente e sem qualquer premeditação só hoje usei o presente que me ofereceste, há já umas semanas atrás, para me alegrares num dia mais cinzento.
É o amor, nas pequenas coisas.

segunda-feira, julho 14, 2008

Lita

[14/06/1970 - 14/03/1996]
Hoje seria o teu 38º aniversário.

A vida é uma madrasta

Hoje, assim que chegou ao trabalho, o meu boss informou-me da sua vontade em dar-me uma semana de férias em Agosto - na que tem o feriado, ou seja, quatro dias - mas com algumas reservas, isto em princípio, se correr tudo bem, se, se e se... 
Sinto-me qual Cinderella na expectativa de ir ao baile, por igual generosa autorização da madrasta, desde que consiga terminar a lida da casa, da roupa, da comida, dos animais e do quintal.
Vá, digam-me lá: não está mau, podia ser pior, estás a trabalhar aí há pouco tempo, teres isso é uma sorte, ele não tem a obrigação de te dar férias, etc., etc. e etc.  - mas o facto de eu estar sem férias de jeito há já 3 anos é algo que me aborrece, o que é que querem? Deixem-me!

Carneirada

Foto roubada aqui.
Sinceramente, por muito que me esforce e me contrarie, chego à conclusão de que não nasci para isto... cada semana que começa traz a renovação deste ritual carneirístico e cada vez mais me apercebo que não tenho nada a ver com este cenário.

domingo, julho 13, 2008

EGG SLICER?

Hoje deparei-me com este novo aparelho para cortar ovos (egg slicer - como nos informa a embalagem) numa loja chinesa aqui ao pé de casa... Por onde será que se corta o ovo?
O achado foi tão insólito que achei irresistível não tirar uma foto, com o meu não iPhone 3G, leia-se telemóvel normal de pobre, para partilhar aqui com quem passa no meu espaço.

sábado, julho 12, 2008

Jardim do ferrolho

Acabei a tarde de sábado com um passeio pelos jardins que existem na encosta do Castelo de Palmela com esta mana, o Ticaco e mais dois sobrinhos reguilas, que terminaram o passeio encharcados com um banho de chafariz - brincadeira iniciada pela maior criança do grupo, eu!
Uma coisa destas aqui mesmo ao meu lado e desconhecia-o por completo... como é possível?
Aconselho a visita - mesmo não sendo uma pérola da arte de jardinagem real é um belíssimo passeio para uma tarde de Verão e se for acompanhado com boa disposição, nem se dá pelas subidas e descidas constantes que o tour obriga.
Ocorreu-me durante o passeio que, nos tempos em que a realeza por aqui deambulava, isto havia de ser bonito, com tanto canto e recanto propício ao apaziguamento de certo tipo de calores medievais - ainda hoje muito em voga. Acredito que, neste jardim, muito cinto de castidade terá perdido o seu ferrolho!
Fantasias à parte, algumas zonas deste jardim podiam estar melhor cuidadas, notando-se já algum abandono mas, se assim não fosse, não seria Portugal, certo?
Enfim, soube-me bem!

sexta-feira, julho 11, 2008

Fim de semana

Chega-se a casa, depois de mais uma semana a rasgar dias a menos no calendário.
Aqui na foto, a minha vista no autocarro que todos os dias me traz de volta a casa.
Bom fim de semana!

Apple iPhone 3G

Para os 50 mil portugueses que, apesar da crise, da inflação e do sobre-endividamento, estorricaram o subsídio de férias ou o reembolso do IRS para adquirirem o novíssimo telemóvel da Apple Macintosh - o maravilhoso iPhone 3G comercializado a partir de hoje, em Portugal, pela Vodafone e a Optimus, a preços muito convidativos que rondam os 600 euros na versão mais cara - e para todos aqueles que não conseguiram comprar o gadget do mometo, aqui vai um videozinho muito, muito... errr... nem sei que diga... olha, uns com tanto, outros com tão pouco!

Confesso que é bonito, o design é apelativo, o gadegt oferece um aparente statuos social (que é das coisas mais importantes aqui pelo burgo - comemos pão e água, mas temos um iPhone 3G) e mostra também aos outros que estamos na crista da onda tecnológica (mais um a contribuir para o choque tecnológico, conceito tão promovido pelo nosso governo), mas não me parece ser um aparelho muito prático.
Já no filme "Sexo e a Cidade" o aparelhinho aparece na cena de casamento da Carrie passada na escadaria da biblioteca quando Mr. Big não aparece. Carrie quer ligar-lhe para saber o que se passa e pede um telemóvel às amigas, pois não tem o dela. É Samantha que lhe passa o seu iPhone e a reacção imediata de Carrie é pedir outro pois não se entende com aquilo - será que a Apple processou os produtores do filme por tão má publicidade?
Depois basta pensar na imensa superfície lisa do ecrã para chegarmos rapidamente à conclusão que, por comparação com o que acontece com os pequeninos ecrãs dos nossos telemóveis assim que terminamos uma chamada, aquilo é facilmente engordurável... já para não falar nas dedadas igualmente gordurosas e imensas a marcar tão alva supefície... mas, pasme-se, fui informado pela minha mana de que já existe todo um mercado de dedeiras (phonefingers) para iPhone que evitam esse problema - suspeito que haverá quem descubra mais utilizações para estas dedeiras que vão além da utilização no iPhone.
Por isso, para quem comprou o iPhone, aqui vai um link para vos ajudar... é o Ser Ómano no seu melhor!

quinta-feira, julho 10, 2008

Alguém me explica?

Hoje no Adds of the World, o qual consulto diariamente para manter-me actualizado sobre o que de melhor (e pior) se faz na minha área, visualizei estes 4 posters estranhíssimos de uma campanha publicitária (clicar na imagem para visualizar em grande):
Carregar aqui para ver maior
A campanha, saída em Abril deste ano pelas cabeças da malta da Ogilvy & Mather de Singapura, usa o seguinte slogan: "Lorgan's The Retro Store. Everything from the 60s. Well, almost.", traduzindo: "Lorgan's, a Loja Retro. Tudo dos anos 60. Bem, quase tudo."... Alguém consegue explicar-me?
Pronto, até que gosto do jogo cromático em cada poster, a conjugação dos cenários é feliz, até aqui tudo muito bem, mas agora as figuras em cartão... o que é isto? A ideia, ao primeiro impacto, parece divertida e há que louvar o facto de terem representado o sexo hetero (ainda que em três versões, tendo em conta as infinitas possibilidades kamasútricas, um tanto ou quanto redutoras: missionário, por trás e trio) e o arrojo (?!) ao também representarem o sexo homossexual - a publicidade nesse ponto é inteligente, armada à modernice, a piscar o olho às "bichas decoradeiras". Também acho engraçado o detalhe dos pelos das pernas nas figuras masculinas. 
A porca torce o rabo no seguinte: para vender mobília, peças de decoração, porquê usar sexo e posições escaldantes? É certo que os anos 60 ficaram conhecidos pelos anos do amor livre, mas é isto que eles querem fazer passar? A loja tem tudo dessa época menos o "amor livre", leia-se sexo desenfreado, do puro e do duro - como todos nós gostamos, diria a Dra. Rute Remédios. Nesse caso, e como alguém comentava lá no site, a ideia de "amor livre" difundido nos anos 60 não passa necessariamente pelo sexo e muito menos pela má pornografia, que é o que estas figuras mais aparentam e remetem. Depois o aspecto das figuras também não nos transporta para a época, principalmente se atentarmos para os cortes de cabelo das figuras masculinas, parecem-nos penteados mais modernaços, ou isso já sou eu que estou a ser picuinhas?
De qualquer das maneiras, vender mobília/decoração através de um conceito sexual não me parece uma ideia muito brilhante, original ou sequer audaciosa - já se usou este conceito antes e bem melhor, digo eu que não percebo quase nada disto!

terça-feira, julho 08, 2008

Boa nova

De vez em quando lá aparecem boas notícias na imprensa diária e que nos fazem vêr que afinal o mundo é belo!
Li hoje de manhã, a caminho do trabalho, no jornal Metro (na página, em baixo e à direita) que a banda Delfins vai finalmente dissolver-se este ano. Já era sem tempo - foram precisos 25 anos para tomarem a decisão mais acertada das suas vidas!

domingo, julho 06, 2008

2 anos a postar

dois anos atrás nascia este blog como espaço de postagem frequente, uma vez que já o tinha criado em 2004 mas mantinha-o em estado de reserva hibernética.
Por aqui têm passado os meus pensamentos e desabafos, as minhas alegrias e tristezas, as dúvidas e as certezas, os gostos pessoais, os desgostos, as imagens, músicas e vídeos preferidos, algumas histórias de vida (da minha), alguns fait divers, enfim, um pouco de mim e daquilo que eu sou.
Através deste espaço dei-me a conhecer um pouco mais do que normalmente faço; quem já me conhecia pôde assim acompanhar a minha vida à distância; quem não me conhecia, passou a conhecer e também a perceber a espécie de bicho bizarro que eu sou... ou nem por isso...
Foi também através dele que fui levado até novas pessoas, como a Mimulus e o Piraboy do outro lado do Atlântico, os encantadores Felizes Juntos, ou o Pinguim - um verdadeiro gentleman da blogoesfera - conheci melhor a história do X (agora com o F), isto só para mencionar alguns, muito poucos, daqueles que acompanho e passei a privar mais directamente via blogoesfera.
Enfim, um blog serve para muita coisa e este, o meu, tem servido basicamente para isto.

sexta-feira, julho 04, 2008

Fim da semana

E mais uma semana que já passou... afinal não foi assim tão longa como estava à espera, tempus fugit, já diziam os romanos e com razão.
Amanhã já cá tenho de volta o meu mais que tudo que se pirou ontem para Coimbra, depois de ter adiado a ida lá no início da semana por minha causa. Tenho saudades de Coimbra... é uma bela cidade!
Enfim, este vai ser mais um fim de semana a tentar arranjar espaço para encaixar as minhas coisas e, assim, tornar esta experiência o mais suave e agradável possível - está explicado assim o porquê da imagem utilizada para ilustrar este post (o que me levou, no processo de pesquisa de imagem, à constatação de que realmente é possível encontrar todo o tipo de conteúdos na internet, ora vejam lá esta toilet paper encyclopedia).

quinta-feira, julho 03, 2008

Yes!

Hoje saio mais cedo aqui do estaminé pois acabaram de me ligar a dizer que o meu carrito já está pronto e de bochecha repintada! Fui!

Whack or Worship


quarta-feira, julho 02, 2008

Cansaço

Hoje recomecei novamente o trabalho em Lisboa e não me apetece nada estar aqui, estou hiper cansado e por mim tirava 30 dias de férias seguidos.. mas já que não se pode ter tudo, pelo menos uma massagemzinha ia bem agora... pode ser?

terça-feira, julho 01, 2008

Mês novo, vida nova

Ontem e hoje não fui trabalhar para conseguir tratar de todo o processo de mudança. A minha casa lá foi entregue ontem ao novo inquilino e consegui fazer quase tudo, apesar de ainda lá ter de voltar para trazer umas pontas soltas que por lá deixei. Acabámos o dia, eu e o meu mais que tudo (cuja ajuda foi indispensável), completamente de rastos...
Hoje acordei às sete da manhã para levar o meu bólide a retocar - depois de uma maldade que lhe fizeram, o pobre nunca mais foi o mesmo: com poucas semanas de vida, fizeram-lhe um risco enorme desde a porta do pendura até ao farol dianteiro... Filhos duma cadela com o cio, havia de lhes ter caído a mão quando estavam a riscar-me o carro! Bem, adiante.... agora vai finalmente ser pintadinho de novo, graças ao seguro contra tudo e contra todos e ainda mais contra os actos de vandalismo e que me custa uma pipa de massa a cada trimestre. Graças também ao meu desagradável desembolso de uma franquia inesperada de 125 euros, numa altura onde se contam todos os tostões... mas foi por uma boa causa!
Depois disso o resto do dia foi passado a tentar minimizar o impacto ambiental da minha chegada a este novo ecossistema, a casa do mais que tudo. O caos por aqui ainda é geral graças à chegada das minhas coisas. Vai ser uma longa semana!