domingo, maio 24, 2009

Social Networking

"Against the Machine" para o The New York Times por Jennifer Daniel, via swissmiss

Nunca como agora existiram tantos meios diferentes e acessíveis para comunicarmos uns com os outros e nunca como agora o Homem está cada vez mais só, isolado, quer seja por imposições alheias, ou porque ele próprio se exclui de uma vida social real em detrimento de uma 'vida' ligada ao mundo virtual/digital.
É assim que facilmente temos 37 mil "amigos" no Facebook (ou outra rede qualquer a que pertençamos), teclamos com pessoas que vivem nos antípodas da nossa localização geográfica, contudo não temos ninguém para ir connosco tomar um café do outro lado da rua e trocar dois dedos de conversa.

ADENDA
Enquanto escrevia este post ouvia no rádio que hoje, nem a propósito, é celebrado pela igreja católica o 43.º Dia Mundial das Comunicações Sociais. Como sou mocito curioso, quem por aqui passa sabe-o, fui indagar o que era isso do Dia Mundial das CS e dei de caras com a mensagem do Papa Bento XVI escolhida para esta celebração, neste ano, sob o título "Novas tecnologias, novas relações. Promover uma cultura de respeito, de diálogo, de amizade.". Quem me conhece sabe também que sou muito pouco dado a catolicismos (ou qualquer religião que seja), mas o meu espírito curioso leva sempre a melhor nestas coisas e li a mensagem. Foi muito curioso (e estranho) perceber que, de uma maneira muito mais extensa, a mensagem do Santo Padre vai ao encontro do meu primeiro parágrafo deste post. Quem tiver paciência, leia aqui uma versão resumida e aqui a versão completa da mensagem. Catolicismos à parte, não deixa de ser uma mensagem interessante!

3 comentários:

Kapitão Kaus disse...

Gostei do teu post. Criei uma hiperligação para o meu.

Abraço:)

BatRitinha disse...

A minha mãe ia gostar tanto de ti!... espera! Ela já gosta... isto está a ficar um tédio, não está?
Beijos!

A... disse...

Dá que pensar! Nunca me inscrevi nessas redes...apenas "blogo" sobre o meu gato! (not)
Abraço